World Fabi Books











{maio 6, 2011}   Days with Bia and Carol!

Finalmente conseguimos nos reunir! As três maridas em um final de semana apenas para elas! (sim, nós nos chamamos de maridas! ^^ Um dia explico como surgiu essa denominação!)

Aquele tempo juntas já me mostrou como seria assim que liguei para a Bia, avisando que eu estava chegando:

– Alô! – irmão da Bia.

– Alô, poderia falar com a Bia?

– Claro! Só um minuto. – depois escuto ele gritar. – Bia, telefone!

– Quem é? – a ouço perguntar para ele.

– Não sei.

– É a Feib’s?

– O que é Feib’s?

– Não é “o que”. É a FABI!

Nessa altura eu já estava rindo e ouvia a Bia e a Carol rirem também.

O sábado juntas começou comigo chegando e cumprimentando minhas amadas maridas. O cumprimento seria normal, se não fosse pelo fato da Carol estar MEGA rouca no dia e, apesar de já saber disso, ter me assustado quando disse OI. (a voz dela, como a Bia comentara antes, realmente parecia a de uma velha!)

Assim que nos recuperamos das risadas provenientes da “nova” voz da Carol, entramos e fomos à entrega atrasadíssima de ovos de páscoa e do Sebby importado da Bia.

Depois, fomos à tarefa meticulosa e “desmembrativa” de montarmos a miniatura do Sebastian do anime Kuroshitsuji (muito bom! Recomendadíssimo por nós!).

Logo, passamos para uns surtos leves vendo vídeos e fotos na internet, obviamente esse material visto era 99% proveniente do oriente (animes, coreanos, doramas…), exceto por um episódio de Vampire Diaries que vimos.

Toda essa breve saga de começo de final de semana aconteceu enquanto esperávamos nossa comida chinesa chegar.

Enquanto comíamos, conversávamos sobre amenidades e do que aquele yakissoba era feito.

– Isso daqui é acelga. – aviso pegando um pedaço e mostrando para elas.

– Uia! – as duas impressionadas.

– E isso? – a Bia me mostra algo no prato dela.

– É bambu!

– Bambu? – mastiga. – Mas, isso não tem gosto de bambu.

– E como você sabe? Já comeu bambu antes? – Carol pergunta rindo.

– Não, né! – come outro pedaço. – Mas, tem um gosto interessante.

– Você é um panda por acaso? – pergunto entrando na brincadeira que nem a Carol.

Repentinamente a Bia pára de comer e fica me encarando. As três param de mastigar: eu e Bia nos olhando e Carol observando a cena.

E sem avisos, as narinas da Bia começaram a tremer enquanto ela tentava manter um “ar sério”. Eu, encarando-a frente a frente, fiquei entre dar risada ou tentar ignorar as narinas.

A Carol, chutando o balde como sempre, começa a rir descontroladamente. Eu não agüento e a acompanho na risada.

– Que foi? – Bia ainda tenta não rir, mas as narinas continuam tremendo.

– Seu nariz! – e Carol imita a situação.

A Bia percebe o que está acontecendo e cai na gargalhada também. As três ficam ali, chorando de rir enquanto a nossa querida amiga tenta explicar que isso acontece quando ela tenta segurar a risada.

Porém, é claro que essa explicação foi feita entre uma gargalhada e outra. Por sorte, somos todas treinadas para tentar entender ao máximo nossas maridas e QUASE SEMPRE somos muito bem sucedidas na tradução!

Quando terminamos de rir, reparamos que nossas risadas aos trancos tinham movimentado as cadeiras para longe da mesa, sendo que a da Carol atingira uma distancia recorde!

Terminamos de comer e nos dedicamos aos nossos coreanos GATOSOS! (esse era o segundo momento mais esperado do dia! – o primeiro era finalmente nos vermos!)

Começamos pelo grupo mais do que perfeito chamado: Super Junior!!

Essa “boy band” coreana é composta por treze coreanos charmosos! E desses treze nós temos os nosso preferidos, os quais nos fascinam com seu encanto e charme, além de nos seduzirem com seus corpos magnificamente esculpidos e vozes arrasadoramente incríveis!

O Super Show 2 (DVD que estávamos assistindo) era composto de melodias românticas, palco surpreendentemente bem montado, vídeos de introdução interessantíssimos, músicas e danças sensuais e figurinos de tirar o fôlego! Ou seja, nem preciso dizer que o surto foi geral!

Normalmente, além de termos nossos coreanos prediletos, também temos nossas músicas favoritas. E uma das músicas que temos em comum de gosto é a “Sorry Sorry”, a qual normalmente é o ápice do show, com performances surpreendentes e vozes arrasadoras!

Normalmente nessa música, um dos integrantes aparece sem camisa, trajando apenas um paletó semi-aberto. E, para a nossa sorte, o coreano que geralmente se veste assim é o meu “mais do que gatoso” Siwon!!!

A música começa, eu e a Carol (que também é louquinha pelo Siwon) nos ajeitamos no sofá, a Bia já começa a rir (ela já previa o que estava por acontecer) e os coreanos estão dançando na tela bem na nossa frente.

Em uma coreografia que antecede um dos trechos em que o Siwon canta sozinho, percebemos que ele tenta se esconder da câmera, saindo de cena pelo lado direito. A Bia, mais do que de pressa, nos avisa:

– Ele tá abrindo o paletó! – ela aponta para o canto para o qual ele tentara sair de fininho.

Percebemos que ele está realmente tentando abrir a peça desnecessária de roupa. Eu e Carol começamos a nos agitar, fazendo comentários empolgados.

– Ahh!!! Ele tá abrindo!! – começo a gritar, me jogando mais para perto da tela. – Ai, caramba! Ele tá abrindo!! Olha lá!

– AHHH!! Ele abriu o paletó! Olha isso!!!!! – Carol estava surtando tanto quanto eu, quando o Siwon apareceu por completinho na tela, cantando e expondo o tanquinho beeeeeeeem definido.

Nós duas estávamos hiperventilando com a cena enquanto a Bia ria e apreciava o show: tanto o que o Siwon dava (juntamente com o resto do grupo do Super Junior) quanto o que eu e a Caro estávamos dando com nosso surto quase cardíaco.

In fine”, a Bia precisou voltar a mesma cena umas três vezes! Uma vez não era o bastante! A cena era viciante!!!

Depois do surto, fizemos um breve intervalo para recuperarmos o fôlego (porque a Bia também surtou bastante, principalmente quando o querido Donghae dela aparecia!) e comermos um lanchinho.

Como a própria Bia disse: “tínhamos que repor nossas energias para aguentar o tanque, digo, tranco de Bi Rain em Ninja Assassino.”

O filme já impressiona desde o começo, mas não é por causa do nosso amado deus grego Bi Rain e nem por causa da presença nobre do cantor e ator gatoso Lee Joon do grupo MBLAQ (outro grupo pelo qual sou gamaaaadaaaaaa, principalmente por causa do meu extremo gatoso Mir e das músicas eletrizantes).

Ninja assassino impressiona pela quantidade de sangue falso que jorra dos corpos violentamente decepados. O longa-metragem é sanguinário mesmo!!!

Contudo, eu e as meninas recomendamos o filme! Afinal, por mais que ele seja forçado e “meio trash”, vale muito a pena assistir tanto pela atuação dos dois coreanos gatosos (Bi Rain e Lee Joon), quanto pelas lutas supreendentes. Você acaba se empolgando enquanto assiste os ninjas e seus golpes!

Depois do filme, fizemos uma pausa forçada para que uma aranha MUTANTE fosse morta! Ela surgiu no quarto do irmão da Bia e foi parar na sala. A perseguição ao aracnídeo e o seu assassinato foi algo que nos rendeu algumas risadas e reações exageradas!

Logo, quando nos recuperamos do “ataque”, voltamos para a nossa overdose coreana! A Bia colocou para assistirmos ao dorama Playfull Kiss. Essa série oriental é extremamente encantadora! Eu e a Bia já a havíamos assistido inteira, contudo a Carol ainda não, por isso que o dorama fora colocado!

Em seguida, não agüentando mais, resolvemos ir dormir. Porém, assim que nos deitamos em nossas respectivas “camas” (Bia se deitou na própria cama, eu me deitei no meu colchão de ar que me rendeu ótimas dores nas costas, e a Carol se deitou na poltrona mega reclinável da Bia), percebemos que o sono havia sumido um pouco, nos dando margem para conversarmos/fofocarmos até altas horas!

O dia seguinte se seguiu em um ritmo um tanto agitado: Café da manhã, Carol indo embora cedo, banho, DVD do show de TVXQ (outro grupo que eu curto MUITO, principalmente depois de ver uma parte desse DVD em específico), almoço e mais DVD de TVXQ.

Enquanto assistíamos ao show totalmente novo para nós até então, eu e a Bia acabamos tendo um “mega surto”!! Nós não conseguíamos nos aguentar depois de vermos a música “Hey – Don’t bring me dow”,  cujo nome eu propositalmente alterei para “Hey – Girl, bring me down” (sinta a malícia… hehehehe… ). E quase hiperventilamos em “Are you a good girl?”!!!

Inflizmente, apesar da casa vazia e pronta para aguentar nossos surtos, recebo a notícia (do meu celular que tem vida própria) de que meus pais estavam ligando para avisar que estavam chegando para me pegar. Eu e a Bia resolvemos ver o que mais fosse possível do DVD de TVXQ.

Micky (um dos integrantes do grupo, o qual foi o escolhido pela Carol há algum tempo) fez uma entrada triunfal, com direito a sonoplastias divertidíssimas!

Contudo, nós não deliramos por causa da entrada, mas sim quando ele começou a tocar teclado e abriu a boca para cantar, revelando uma voz surpreendente magnífica!!!

Nossos queixos foram parar no chão!

Pena que a Carol precisou ir embora mais cedo! Ela iria SURTAR DEMAIS assistindo àquilo!!

– Meu! O que foi isso???? – eu estava todinha arrepiada com a música. – Não conhecia esse lado dele! Por que ele não nos mostrou isso antes?

– Pois é! – nós duas já estávamos limpando a baba do sofá todo.

– A Carol se deu muito bem… – comento, analisando o coreano.

– Será que ela não troca?? – a Bai comenta, me lançando um olhar malicioso, o qual retribui no mesmo nível. Afinal, nós duas havíamos pensado a mesma coisa.

– Ela podia ficar com o Max ou o U-Know e o Micky seria dividido entre as três! – sugeri. No entanto, é claro que por mais sombrias fossem nossas intenções e por mais estivéssemos desejando o Micky naquele momento, jamais seriamos capazes de tirar um coreano gatoso das mãos da nossa amada marida Carol!

Depois de mais comentários que serão censurados! Assistimos à performance do Hero (meu amado do grupo TVXQ)!

Ele cantava uma melodia romântica e lenta com uma voz extremamente poderosa que chegava a deixar nossos cabelos em pé de tão emocionante! Percebiamos que a música era cantada de todo coração, corpo (huuuum…. delícia!) e alma!

Depois, inicia-se uma de nossas músicas prediletas: Wrong Number! A performance começa com um vídeo muito sensual dos integrantes, no qual eles trocam balas entre si e contra os “caras maus” da história. Todos estão deliciosamente vestidos como mafiosos, o que gera um previsível surto geral!

A dança da música é mega-hiper-super “caliente“! O Xiah (o predileto da Bia) dá um show enquanto dança, nos fazendo suspirar!

E quando a coisa estava ficando cada vez mais quente, os meus pais me ligam, avisando que estavam no portão da casa da Bia, me esperando… (foi um balde de água fria para cima da gente!)

Nós estávamos MORRENDO de vontade de ver pelo menos o resto da performance de Wrong Number. E também estávamos MORTAS de curiosidade para ver o resto do DVD!! Porém, não podíamos fazer os meus pais esperarem muito em baixo da chuva…

Nós duas piramos! Adiamos o máximo possível a minha partida, apenas para poder ver o final da música. Era o mínimo que conseguiríamos suportar. Se tivéssemos de parar de vê-la pela metade, creio que teríamos um colapso na sala!!

Com muita dor no coração, assim que Wrong Number terminou, a Bia retirou o DVD e me devolveu.  Ela me ajudou a pegar minhas as coisas e me acompanhou até o portão.

O final de semana juntas havia acabado… Eu estava indo embora, mas não antes de ter jurado para a Bia que não iria ver o DVD sem a presença dela e também da Carol (promessa que ainda estou cumprindo!).

AMO essas reuniões de maridas! Meu coração e a minha cabeça sempre agradecem!

Daqui uns dois finais de semana será a vez das duas irem lá em casa verem o DVD de TVXQ!! Além de doramas, filmes e afins… hehehe!

Três maridas (eu, Carol e Bia)

Reunir maridas de toda uma vida juntas num final de semana, não tem peço!

Anúncios


Biazinha says:

Hahahahahaa… muito boom!!! Tão divertido quanto escrever o meu post, foi ler o seu!! Demais, Feibisss… ahahahha.. por falar nisso.. ainda to esperando pra terminarmos de ver o show do TVXQ!! MEU DEUSSSS… TO CURIOSA DEMAISSSS… quero mais Xiah!!! É viciante demaisssssss!!! E admito… tbm quero mais Micky!! ahuahuahha. CAROL, NÃO ME MATE!!

Beijos!!!



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

et cetera
Amor literário

Resenhas de Livros 📖 💻 📝

Devaneios da Lua

Sobre tudo e ao mesmo tempo nada

Crônicas da Gaveta

Relatos amadores por Blair Pttsn

Sara M. Adelino

Tradutora. Revisora. Redatora.

WILDsound Writing and Film Festival Review

Feature Screenplay, TV Screenplay, Short Screenplay, Novel, Stage Play, Short Story, Poem, Film, Festival and Contest Reviews

Destino Feliz

Seu Blog de Viagens, Roteiros e Experiências

• powersx3

' in your mind,i have all power #

dmaimalopes

A great WordPress.com site

delenaalways

A fine WordPress.com site

evilking.wordpress.com/

Comic Book and related work by Danilo Beyruth

ibooksney

EM ANDAMENTO

My Broken Throat

Até que o medo se desfaça... Um engano do destino

%d blogueiros gostam disto: