World Fabi Books











{agosto 23, 2011}   Figuras da Literatura Brasileira

Olá, caros leitores do meu humilde blog!

Deixem-me avisá-los de uma coisa, esse post na verdade se tornará uma espécie de “coluna” aqui. Toda semana, entre terça e quinta-feira, estarei colocando uma entrevista com alguns escritores brasileiros!

Essas entrevistas se pautarão em cima dos mais variados temas, os quais serão escolhidos pelo próprio escritor.

Dessa forma, podemos discutir desde ficção até problemas políticos, se for do agrado do autor e até mesmo dos leitores, que poderão se manifestar diante das perguntas e resposta.

São entrevistas curtas de no máximo 10 perguntas, sendo que em algumas delas aproveitarei para perguntar sobre os trabalhos do escritor para que todos possam conhecê-lo melhor. Sem mencionar o fato de que colocarei uma pequena introdução, para que saibam exatamente com quem estarei fazendo a entrevista.

Qualquer dúvida ou sugestão, não hesitem em me dizer! Manifestem-se à vontade!

Então… Vamos para entrevista dessa semana?

Adriano Siqueira falando sobre Vampiros

Paulista, diagramador e design gráfico. Coleciona livros, HQs, Filmes, Cds e tudo mais que possa existir sobre vampiros!

Hoje, além de escrever, Siqueira é consultor de novos sites sobre vampiros,ministra palestras sobre vampiros, participa de exposições, cede entrevistas para TV, Rádio e jornais e atualmente produz curtas metragens, HQs e radionovelas sobre vampiros.


Entrevista:

01: De onde vem o gosto de escrever histórias sobre vampiros?

Foram os quadrinhos de terror da década de 70 e os seriados de terror que me fizeram conhecer mais sobre vampiros. Aquela sedução toda que os personagens tinham me deixou com vontade de ler e procurar mais sobre o tema e quando tive meu primeiro computador em 96 eu comecei a rabiscar minhas primeiras histórias.

02: O que lhe encanta mais nesses seres da noite?

O erotismo do vampiro é conhecido em todas as épocas. Impossível não ver a sedução que o vampiro usa para conquistar as suas vítimas e com o tempo ele ficou mais astuto, mais ardiloso e mais sensual. A criatura sobrenatural mais explorada de todos os tempos. Seus poderes, as maneiras que ele usa para seduzir até hoje é transportada para os grandes vilões da história da ficção do cinema.

03: A que você atribui o grande número de fã da literatura “vampiresca”?

O vampiro literário da atualidade tem muitas raízes do vampiro tradicional por causa do forte sucesso que ronda “Drácula” de Bram Stoker. Este livro escrito em 1897, portanto tem 114 anos, ainda é o livro que mais vemos ser relançado nas livrarias. Sempre com uma nova roupagem, mas mostrando que “Drácula”  continua sendo o livro de vampiros mais lido do mundo, muito mais do que a própria Bíblia.

O livro é domínio público e só fez sucesso depois da morte do autor Bram Stoker, que era irlandês e mudou para a Inglaterra como agente de um ator de teatro famoso na época, Henry Irving. Quando ele estava de folga Stoker escrevia romances e “Drácula”  foi um deles.

Ele pesquisou muito sem viajar e o nome original da obra era para ser “The Un Dead” (“Os mortos-vivos”). Mas, depois ele descobriu em suas pesquisas um homem com um nome bem aterrorizante e assim mudou o nome do livro para “Drácula”.

E hoje ainda é um dos livros mais vendidos do mundo. Todo o ano existe um relançamento desta obra. Sempre haverá um novo exemplar do livro “Drácula” em qualquer livraria do mundo.

Bram Stoker certamente leu várias lendas, tanto a lenda sobre a Deusa indiana Kali como a de Lilith na Bíblia Hebraica. Sobre Vampiros também consultou algumas histórias como a da “Carmilla” do autor Sheridan Le Fanu e “O Vampiro” de John Polidori.  Até a história real de Elizabeth Bathory sobre o caso de vampirismo onde ela torturou e matou mais de 600 escravas para se banhar de sangue e assim manter a sua beleza. Tudo foi estudado para se fazer uma boa história com muito terror e aventura.

Anne Rice se baseou no vampiro da antiga série de TV, “Dark Shadows”, que tinha o vampiro Barnabas Collins (que em breve estará no cinema com a direção de Tim Burton e estrelado por Johnny Depp). O vampiro Barnabas tinha muitos traços humanos e isso fez com que o estilo do vampiro tivesse uma mudança. A humanidade colocada em um vampiro dá a Anne Rice a possibilidade de criar os seus próprios vampiros humanitários. Vampiros que parecem humanos.

Os vampiros de hoje continuam nestas raízes. Tanto é que logo teremos no cinema “Drácula Ano Zero” que recontará a história do Vlad da Transilvânia em sua conhecida jornada de romance e ação.

As obras que vemos hoje sobre vampiros trazem muito do vampiro tradicional. Continuam sedutores, continuam imortais e sugando sangue, não importa se é só sangue de animal ou de humanos. Vampiros sugam sangue e será sempre assim. Por isso as obras de hoje são mais direcionadas ao público adolescente, mas, é só nos primeiros volumes, depois as histórias vão tomando um rumo que envolve as criaturas tradicionais e assim segue o clico até começar do zero novamente.

Por esse motivo o vampiro não é mais moda. Virou uma tendência forte que sempre está presente em tudo que fazemos. Seja nos anúncios de TV, ou filmes, ou músicas, ou mesmo nas novelas. Os vampiros estão sempre presentes.

04: Quais são suas maiores inspirações dentro do gênero?

John Polidori, Bram Stoker, Anne Rice são alguns escritores que admiro. Sou fã de filmes deste gênero e aprecio muito os atores como Bela Lugosi e Christopher Lee. E gosto de vários filmes de Caçadores de Vampiros.

05: Quantas obras já escreveu dentro do tema? Existem outras de um tema diferente?

Antologias:

  • AMOR VAMPIRO (2008).
  • DRACULEA – O LIVRO SECRETO DOS VAMPIROS (2009).
  • METAMORFOSE – A FÚRIA DOS LOBISOMENS (2009) – Embora seja um livro de lobisomens a história que escrevi era sobre “Vampiro X Lobo”.
  • TRATADO SECRETO DE MAGIA (2010) – O conto é sobre Vampiros e Bruxas.
  • DRACULEA 2 (2010).
  • EXTRANEUS VOLUME 2 (2011) – Conto sobre Vampiros.
  • SPECTRA (2011) – Conto sobre caçadores de fantasmas.
  • SOCIEDADE DAS SOMBRAS (2011) – Tem conto de vampiros e bruxas.

Livro Solo:

  • ADORÁVEL NOITE – Este livro tem 66 contos meus sobre vampiros e terror.

06: Analisando seus leitores, qual é a influência dos vampiros de seus trabalhos sobre eles? (sonhos, personalidades, etc.)

Eu incentivei muitos a escreverem sobre o tema. Hoje tem muita gente que passa para os filhos o que eu escrevi e acho isso muito bacana, pois escrevo há 15 anos e muita gente ainda lembra dos primeiros contos que leram.

07: Qual história de vampiros (contemporânea ou não) que te impressionou mais?

Foi o “Drácula” de Bram Stoker. Mas, os quadrinhos me influenciaram mais.

08: Poderia contar um pouco sobre sua vida como escritor? Se escrever é um hobby ou uma profissão para você? Como é o processo criativo? E o que os seus livros mudaram em sua vida cotidiana?

Comecei a escrever meus contos em 96 quando ainda estava chegando a internet no Brasil. Nesta época eu usava o BB’S sistema de offmail onde usava para trocar mensagens com grupos de pessoas em São Paulo. Nestes grupos havia pessoas que apreciavam vampiros, colocavam matérias e informações sobre filmes.

Como a moda do RPG estava no auge e eu sou um grande colecionador sobre o tema, comecei então a escrever contos com o tema vampiros. Foi um sucesso e em pouco tempo fui promovido a organizador do primeiro grupo de vampiros desta BB’s.

Quando a internet apareceu, eu criei em 98 o meu próprio site de contos de vampiros. Procurei mais pessoas que escreviam sobre o tema e achei pouco mais de 3 autores nacionais.

Em 2000 criei o site Adorável Noite para falar dos vampiros também na área nacional e fiz entrevistas com os autores daquela época (podem ser lidos no www.adoravelnoite.com – estão em ordem de data).

Dali você pode ter uma ideia de como era pequeno este mundo de vampiros e cresceu muito nestes anos.

Hoje faço palestras, exposições, escrevo prefácios e participo de muitos livros e lançamentos. Por enquanto ainda é um hobby. Geralmente já tenho o conto todo formado e coloco no computador em uma hora ou duas. Mas, já houve contos que levei o dia todo para escrever.

Agora estou escrevendo um romance que sairá em 2012. Minha vida cotidiana praticamente gira em torno dos lançamentos e eventos e isso a torna bem corrida. Tem dias no final de semana que chego a ir a três eventos.

Minha vida pessoal é assim.

Anúncios


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

et cetera
Amor literário

Resenhas de Livros 📖 💻 📝

Devaneios da Lua

Sobre tudo e ao mesmo tempo nada

Crônicas da Gaveta

Relatos amadores por Blair Pttsn

Sara M. Adelino

Tradutora. Revisora. Redatora.

WILDsound Writing and Film Festival Review

Feature Screenplay, TV Screenplay, Short Screenplay, Novel, Stage Play, Short Story, Poem, Film, Festival and Contest Reviews

Destino Feliz

Seu Blog de Viagens, Roteiros e Experiências

• powersx3

' in your mind,i have all power #

dmaimalopes

A great WordPress.com site

delenaalways

A fine WordPress.com site

evilking.wordpress.com/

Comic Book and related work by Danilo Beyruth

ibooksney

EM ANDAMENTO

My Broken Throat

Até que o medo se desfaça... Um engano do destino

%d blogueiros gostam disto: