World Fabi Books











{setembro 13, 2011}   Figuras da Literatura Brasileira

Olá, leitores!

Somente retomando…

Esse post aparecerá no meu blog toda semana, sendo que já se fixou nas terças-feiras (qualquer mudança de data, será avisado previamente).

Aqui podemos discutir desde ficção até problemas políticos, sendo que o intuito é ajudá-los a conhecer melhor os escritores brasileiros!

E não se esqueçam: Manifestem-se à vontade!

À pergunta de praxe:

Então… Vamos para entrevista dessa semana?

José Oliveira falando de Literatura

 

 

Nasceu em 1975, em Cruzeiro do Sul (PR).

Amante da leitura e língua portuguesa, é formado em Letras pelo CEUNSP de Itu.

Mora na cidade de Indaiatuba, interior de São Paulo. 

Fã confesso de Moacyr Scliar e admirador dos grandes romances, gosta de inventar histórias e escrever letras de música.

“O Réu dos Sonhos”, foi o livro de estréia pela Editora Novo Século.

“Amargo Pecado”, é o segundo livro do autor que, em paralelo com a literatura, coordena projetos de Desenvolvimento de Embalagens na Unilever Brasil.

 

 

Entrevista:

1. José, como é fazer parte da fabulosa “equipe” da literatura brasileira?

É um sonho que está cada vez mais concreto, porque desde muito cedo quis ter livros publicados, sei que a muito que percorrer e conquistar, ciente das glórias e dificuldades que estão por vir, e a árdua tarefa que é se manter neste cenário. Fazer parte deste mundo, é de fato, um honra pessoal.

2. O que o fez se tornar um escritor e fazer parte deste mundo literário do Brasil?

Tive uma vida muito difícil no interior do Paraná, aos 11 anos já trabalhava na roça com o meu pai, tudo que se referia ao financeiro era limitadíssimo, e eu, estudando à noite, sempre me refugiava nos livros da Biblioteca, era uma maneira de ver o mundo, de conhecê-lo, uma vez que aquilo era impossível, foi neste refugio que conheci os livros do Moacyr Scliar, aí pensei: “Quero ser igual a este cara: um escritor.”

3. É visível o seu amor pela literatura. Como começou seus romances?

Sempre tive manuscritos, sobressaía em redações e gostava de inventar histórias, o primeiro que fiz de começo ao fim foi “O Réu dos Sonhos”, algumas pessoas leram e gostaram; depois enviei à Editora Novo Século, meses depois estávamos assinando contrato.

Amo a literatura mais que qualquer pessoa possa imaginar, ninguém pode fazer ideia do quanto os livros mudaram a minha vida, também, por este amor, que sou formado em Letras e Pós-Graduado em Estudos Literários.

4. Tanto a literatura nacional quanto a internacional sofreu mudanças de alguns anos para cá. Você acredita que essas mudanças foram grandes e perceptíveis, ou não? Por quê?

Muito perceptíveis, antes a crítica era quem direcionava o sucesso dos autores, ou seja, quem fazia sucesso com a crítica tinha grande visibilidade, hoje não é assim, o público é quem determina a visibilidade/sucesso do autor. Mesmo que um trabalho seja malhado pela crítica, não significa que o livro não terá boas vendas, a opinião formada do público fala mais alto.

Voltando às mudanças, hoje temos uma massa de livros de Literatura Fantástica, obras bastante comerciais e que são importantes para iniciar os jovens no mundo dos livros.


5. Quais as maiores mudanças que você pode perceber no perfil da literatura do nosso país, desde que publicou o seu primeiro livro?

De 2008 para cá, não houve mudanças significativas, mas dou ênfase no grande público feminino que está lendo cada vez mais. (As mulheres dominarão o mundo (risos)).

6. Existem diversos gêneros, nos quais os livros são enquadrados. Qual você acredita ser o mais procurado hoje? E por quê?

O Réu dos Sonhos” e “Amargo Pecado” são os chamados LITERATURA, este título se aplica porque são obras com tramas cotidianos e com personagens humanas, sem poderes, mágica ou vampiros, e se passam em cenários comuns, onde as pessoas podem se deparar involuntariamente em qualquer lugar.

Os mais procurados hoje, sem dúvidas, são os livros de Literatura Fantástica e obras com romances bem melosos. São procurados porque fazem parte de uma literatura de entretenimento. Não são obras de final aberto ou de conteúdo reflexivos.

7. Você acredita que a literatura nacional é bem valorizada, ou acha que seus escritores ainda não são vistos e tratados da forma como deveriam?

Estão longe do reconhecimento, mesmo os consagrados não tem destaque como merecem, principalmente na mídia, é comum você ler notas e sinopses de autores estrangeiros de primeira viagem em nossa mídia, mas não vê um autor consagrado Brasileiro que lança o seu 10º livro, o que é uma pena. O público também contribui com isso, pois o nosso mercado editorial é dominado pelos estrangeiros, sejam eles consagrados ou novatos, acho que há um atrativo pelo nome estrangeiro, mais que a qualidade literária em si.

8. Como foi escrever O Réu dos Sonhos, um livro que está marcado na literatura brasileira?

Meus dois livros marcaram minha vida, embora não seja obras comerciais, posso afirmar que são boas obras, bem escritas e trabalhadas com muito carinho. Acredito muito no que faço, um dia, quem sabe, meus trabalhos podem marcar nossa trajetória literária, mas no momento, ainda jugo-me um iniciante.

9. Quais os escritores que mais o influenciaram na sua trajetória pelo mundo dos livros?

Vou citar os três principais: Moacyr Scliar, Oscar Wilde e Guy de Maupassant, necessariamente nesta ordem.

10. O que você espera que as pessoas absorvam sempre que se envolvem com alguma obra literária, tanto sua quanto a de seus colegas escritores?

Que elas leiam, leiam muito, principalmente. Espero que se sintam felizes, seja com os meus livros ou de outros autores, estou no mundo literário mais para ingressar leitores que o meu bem comum que é vender meus livros, uma coisa leva a outra, no meu blog (www.autorjoseoliveira.blogspot.com) divulgo outros escritores, em sarais foco em literatura e a importância desta para o crescimento individual. Meu sonho é que o Brasil um dia se torne o país da literatura, isso sim, pode mudar e fazer pessoas melhores.

Muito agradecido pelo simpático bate-papo.

www.autorjoseoliveira.com

@jose_oliveiraa

 

 

Anúncios


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

et cetera
Amor literário

Resenhas de Livros 📖 💻 📝

Devaneios da Lua

Sobre tudo e ao mesmo tempo nada

Crônicas da Gaveta

Relatos amadores por Blair Pttsn

Sara M. Adelino

Tradutora. Revisora. Redatora.

WILDsound Writing and Film Festival Review

Feature Screenplay, TV Screenplay, Short Screenplay, Novel, Stage Play, Short Story, Poem, Film, Festival and Contest Reviews

Destino Feliz

Seu Blog de Viagens, Roteiros e Experiências

Enquanto houver oxigênio

Respire mais uma vez e tente outra vez

dmaimalopes

A great WordPress.com site

delenaalways

A fine WordPress.com site

evilking.wordpress.com/

Comic Book and related work by Danilo Beyruth

ibooksney

EM ANDAMENTO

My Broken Throat

Até que o medo se desfaça... Um engano do destino

%d blogueiros gostam disto: