World Fabi Books











{fevereiro 29, 2012}   Desculpe-me, oh excelentíssimo!

(este post foi escrito na época em que uma grande amiga minha, a Carol, sofreu uma avassaladora injustiça, cometida por um “todo poderoso” senhor que acreditava, e creio que ainda acredita, ser o dono das palavras e detentor de todo o poder… Pior tipo de crendice de auto-monarquia!)

Desculpe-me, oh excelentíssimo! 

 

 

Não, não me refiro a nenhum político, principalmente a nenhum presidente (no momento). Apesar da criatura a qual me refiro acreditar ser um!

Já aconteceu de você colocar uma pessoa em um pedestal, acreditando esta ser um humano digno de confiança, altamente capacitado e livre de qualquer tipo de má índole?

E no fim das contas, essa pessoa não passa de um charlatão, metido que tem prazer em subjugar e ameaçar os demais que julga inferiores a ele?

Aliás, supostamente ninguém chega aos pés deste “extraordinário” espécime de ser humano, nem mesmo os grandiosos da história, da literatura e de qualquer outra área, seja exatas, humanas ou para biológicas! (Pura falacia! E ego extremamente inchado!)

Pois, então…

Deparei-me com um!

A surpresa foi imensa, contudo, de certa forma, já esperada. Afinal, ninguém poderia ser tão perfeito assim…

E quem arrancou a mascara e o expôs por trás do véu de ilusões, sob o qual me encontrava, foi uma amiga minha, uma conhecida por você que lê o meu blog.

O garoto metido, que se diz homem entendedor, humilhou-a!

Humilhou aquela que tanto prezam pelos excelentes trabalhos realizados e pela escrita impecável de alguém versado nas letras!

A inveja de não ser o melhor cegou-o a ponto de fazer acusações ridículas a uma artesã das palavras, além de expô-la ao ridículo e de depreciá-la!

Esta vil criatura acusou-a de plágio!

BLASFÉMIA!

Nunca vi pessoa mais preocupada com o que coloca no papel, quanto a minha amiga!

E, além de tal acusação, agiu como o todo poderoso e caridoso ser, capaz de “perdoá-la” por seu ato “maldoso” e de, ainda, acrescentar um jargão asqueroso à repressão de minha colega: “e que isso lhe tenha servido de lição”. (se o vão discurso não foi exatamente este, afirmo ser parecido. Garanto-lhes! A raiva me cega para as palavras exatas).

O problema, aqui, não é ao fato de ter, por acaso, encontrado palavras ou frases de minha amiga semelhantes a de outros. Caso isso surgisse, ele (oh, todo poderoso!) poderia ter conversado com a mesma e lhe dado um “toque”, algo semelhante a isso: “olha, encontrei umas coisas parecidas com o que outras pessoas escreveram. Tem como você dar uma olhadinha? É que eu temo que digam ser plágio”.

Pronto! Ninguém sai ferido.

Mas, não!

O orgulhoso e arrogante preferiu ridicularizá-la e ameaçá-la, machucando-lhe a auto-estima e amendrotando-a! Acusou-a falsamente! Colocou-a ao escárnio!

E ainda se diz amigo… Como dou risada de tal afirmação!

O ignorante, que se acha dono da palavra e das verdades, sentiu seu posto de “o melhor”, ameaçado pelos textos exemplares e pelas analises de minha amiga!

Por sempre ser tão elogiado e colocado em um pedestal por todos, acabou tornando-se um fanático por poder, o qual lhe subiu a cabeça!

Não duvido da capacidade deste! Ele é um excelente profissional e aluno. Sempre o admirei em demasia! Contudo, me enganei quanto ao caráter deste homem, o qual eu amaldiçoo agora!

Eis uma criatura que crê, segundo minha outra amiga, também conhecida por você leitor, ser a “reencarnação de Platão”! Senão, o próprio Platão! (deixou claro que a frase entre aspas não pertence a mim, pois, vai que, a tal criatura me acusa de plágio também?)

E, por que não, o próprio Aristóteles, Sócrates, Homero, Confúcio, Drummond, Thomas Mann, Maquiavel, Oswald de Andrade, Mozart, Bethoven, Otavio Frias Filho, Antonio Manuel Teixeira Mendes, Chopin, Vivaldi, Machado de Assis, George Orwell, Karl Max, Max Weber, Darwin, Albert Einstein, Abraham Lincoln, Getúlio Vargas, Charles Chaplin, William Shakespeare, Dante Alighieri, Dostoiévski, William Randolph Hearst, Charles Foster Kane, Roberto Marinho,Salomão Schvartzman, Caco Barcellos, Ruy Castro, Ernest Hemingway, John Reed, Erico Verissimo, Euclides da Cunha, Frank Sinatra, Umberto Eco, Truman Capote, John Hersey, Lima Barreto, Graciliano Ramos, Juca KFouri,  Reinaldo Azevedo, Flávio Pradella, entre outros grandes nomes (que me fogem da memória)…

Enfim…

Que fique aqui, o meu mais puro pesar pela alma e mente perdidas por este caráter egocêntrico…

E, também, a minha raiva, meu asco e minha indignação por ele!

Justiça à minha amiga!

Abaixo à cretinice!

 

 

Imagem ilustrativa do Excelentíssimo Sr. Duas Caras, referido no texto.



Carol says:

AHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHHA AMEIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
naum soh pq diz respeito a mim, mas pq o texto ta MT BOM EMSMO! AMEI A IRONIA, na mesma moeda q ele me tratava “amiga”, “q sirva de lição”, “assim vc aprende”, tem certas pessoas q podem ser inteligentes, charmosas, boa pinta, mas caráter é td, e tnhu ctza q akele senhorzinho pobre q vende bala no sinal e nem sabe ler eh um ser humano MIL VEZES MELHOR q essa aberração da natureza, lobo em pele de cordeiro, pessoa nociva e petulante q ele eh!
MT OBRIGADAAA Feibbisss!!!



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

et cetera

Crônicas da Gaveta

Relatos amadores de um coração cardisplicente...

Sara M. Adelino

Tradutora. Revisora. Redatora.

WILDsound Writing and Film Festival Review

Feature Screenplay, TV Screenplay, Short Screenplay, Novel, Stage Play, Short Story, Poem, Film, Festival and Contest Reviews

Destino Feliz

Seu Blog de Viagens, Roteiros e Experiências

• powersx3

' in your mind,i have all power #

dmaimalopes

A great WordPress.com site

delenaalways

A fine WordPress.com site

Comic Book and related work by Danilo Beyruth

ibooksney

EM ANDAMENTO

My Broken Throat

Até que o medo se desfaça... Um engano do destino

nicoleravinos

"Um dia sem sorrir é um dia desperdiçado"

Action Nerds

Bonecos, tirinhas e nerdices. Aqui você encontra tudo isso!

%d blogueiros gostam disto: