World Fabi Books











{setembro 30, 2013}   Bioshock: Rapture de John Shirley

Olá, leitores e gamers do nosso coração!!

O post da vez irá falar sobre um livro, lançado no dia 12 de julho pela Editora Novo Século, que possui um enredo pautado em cima de um conhecidíssimo game: Bioshock!

Aliás, acho que muitos já repararam que a “literatura pop” anda se baseando bastante em alguns games por aí, não? (Ex.: God of War, Assassin’s Creed, Diablo, Battlefield, Uncharted, Mass Effect, World of Warcraft, etc…) Alguns, são ótimos e outros se mostraram um tanto decepcionante para alguns leitores… No entanto, parece que esse prelúdio do Bioshock vem com um conteúdo promissor! Muitos com quem conversei que já leram a obra e jogaram o produto da 2K Games, disseram que um não “prejudica” o outro e que a narrativa do escritor John Shirley é ótima, não tiveram problemas em “engrenar” na leitura. Sem mencionar que o próprio jogo é tão sinistro que qualquer gamer que se preze precisa jogá-lo pelo menos uma única vez no escuro para testar os nervos!

Inclusive, escutei muita gente dizer que está curiosa para ler a obra, justamente por causa do climax criado pelo jogo, algo que Shirley conseguiu trazer para o livro por sinal, pois você vai lendo e ficando tenso a cada passagem da história, cujo foco está em mostrar como a cidade subaquática de Rapture surgiu dentro do mundo de Bioshock.

Bom…

Bioschock: Rapture conta como tudo literalmente se desenrolou, sendo que no primeiro capítulo já temos a  apresentação do encanador Bill McDonagh, que sem querer já começa tendo um “bate-papo” com o próprio Andrew Ryan, a mente por trás da monumental e submersa Rapture. Além disso, o desfecho do primeiro capítulo tem deixado muita gente ansiosa para ler o livro inteiro, pois o escritor consegue deixar o leitor na gana de conseguir compreender um pouco mais quem foi Andrew Ryan.

Assim como o jogo, o livro também tem diálogos recheados com figuras de linguagem e analogias referentes aos princípios humanos. Afinal, para quem não recorda, Rapture era a cidade “sem Deus ou Reis, somente o Homem”, algo que vai gerar muitos debates e mentes alvoroçadas sobre comportamento social envolvendo a liberdade de manipulação científica e cultural (lembrem-se de EVE, ADAM e a famosa frase “Would you kindly?”, o game e o livro expões toda uma gama de experiências com seres humanos em busca de um bem-estar/felicidade, que vai deixar qualquer um de cabelos em pé e apelar para o lado polêmico).

Quanto aos finais, tanto do game quanto do livro, eu não vou contar para não dar spoilers, mas posso dizer aos senhores e às senhoritas (ou senhoras) que ambos são ótimos! Portanto, não precisam ficar apreensivos em viajar por um mundo incrível e no final encontrar algo totalmente “brochante“.

Agora, fiquem com a sinopse do livro!

Bioshock-Rapture

 

Sinopse oferecida pela editora Novo Século:

Fim da Segunda Guerra Mundial. As bombas atômicas de Hiroshima e Nagasaki trouxeram ao mundo o medo de uma total aniquilação. Novas políticas foram adotadas pelo governo americano, a fim de recuperar e restaurar a economia do país. Os altos impostos, o aumento da intervenção do Estado nas instituições privadas e o crescente poder das agências de inteligência davam ao cidadão comum a impressão de eterna vigilância. A sensação de liberdade diminuía a cada dia… e muitos pareciam dispostos a fazer de tudo para reconquistá-la. Entre eles, havia um grande sonhador, Andrew Ryan, decidido a criar sua própria utopia: uma cidade livre de governo, de censura, de restrições morais à ciência. Nesta cidade, tudo seria possível, e cada um receberia de volta o correspondente a seu esforço individual. Esta cidade era Rapture, a joia no fundo do mar. Mas nem tudo correu conforme o esperado, e uma grande tragédia abalou os planos daquele sonhador. Esta é a história do início de tudo… e do fim.

 



Oi Fabiane

Comprei esse livro porque sou fã da franquia de games Bioshock e fiquei muito satisfeita com o mesmo. Ele consegue dar uma boa idéia do que aconteceu antes do primeiro jogo.

Bjo

http://www.i-likemovies.com/



Lucas says:

Faby!!!
Chorei horrores no final do jogo…
Mais um livro pra minha lista de livros que preciso ter!!!
To com tanta coisa do trabalho para ler que me desanimo pegar um livro e lê-lo!



Força, Lucas!!! hauahauhaua…
Você consegue colega bibliomaníaco =D



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

et cetera
Crônicas da Gaveta

Relatos amadores de um coração cardisplicente...

Sara M. Adelino

Tradutora. Revisora. Redatora.

WILDsound Writing and Film Festival Review

Feature Screenplay, TV Screenplay, Short Screenplay, Novel, Stage Play, Short Story, Poem, Film, Festival and Contest Reviews

Destino Feliz

Seu Blog de Viagens, Roteiros e Experiências

• powersx3

' in your mind,i have all power #

dmaimalopes

A great WordPress.com site

delenaalways

A fine WordPress.com site

evilking.wordpress.com/

Comic Book and related work by Danilo Beyruth

ibooksney

EM ANDAMENTO

My Broken Throat

Até que o medo se desfaça... Um engano do destino

nicoleravinos

"Um dia sem sorrir é um dia desperdiçado"

Action Nerds

Bonecos, tirinhas e nerdices. Aqui você encontra tudo isso!

%d blogueiros gostam disto: