World Fabi Books











{dezembro 15, 2014}   O Hobbit – A Batalha dos Cinco Exércitos e a CCXP

Olá readers!

Gu Valente assumindo aqui!

No belo dia 6 de dezembro, eu, juntamente com a Fabi, e os meus irmãos Henrique e Mateus partimos para a grandiosa cidade de São Paulo com um objetivo bem claro em mente: chegar cedo na Comic Con Experience (a CCXP) no dia seguinte e ser um dos 1000 primeiros a entrar na Expo São Paulo.

comiccon1

O motivo?

Estar dentro da pré estreia de nada mais nada menos do que O Hobbit – A Batalha dos Cinco Exércitos!

hobbit3

Quer mais um motivo?

Richard Armitage, o próprio Thorin Escudo de Carvalho em pessoa, estaria presente no evento!

How cool is that?

R.Armitage1

Depois de dormirmos por pouco mais de quatro horas na casa de nossa amiga Liane Azuma (Aliás, obrigado Lih <3), partimos para o primeiro metrô do dia.

Chegamos na Expo São Paulo por volta de 5h30 da matina, e já tinha umas 600 pessoas por lá! No princípio achamos que seria bem difícil entrar, mas uma contagem não oficial da fila nos garantiu que estávamos entre os 1000 primeiros.

Fila vai, fila vem, uma confusão bem grande começa a acontecer na fila; alguns membros da equipe se atrapalham na organização de tudo e, entrando no local da CCXP, achamos que não conseguiríamos entrar no auditório Thunder, onde se daria a sessão e o painel com Richard Armitage.

Mas entre mortos e feridos, salvaram-se todos, e ao som de Iron Man, do Black Sabbath, todos nós entramos no auditório!

UHUL!!!

Expectativa a mil pra começar o painel. Marcelo Forlani, um dos editores do Omelete, assume o palco, agradece a presença de todos e dá algumas instruções para garantir a melhor experiência possível ali dentro.

Às 10h10 mais ou menos, Érico Borgo, um dos cabeças do evento e também do Omelete, assume o palco para apresentar Richard Armitage. E platéia quase veio abaixo!

Não bastasse isso, todos os presentes cantaram ‘Misty Mountains Cold‘, que é a música que Thorin canta no primeiro filme da série, Uma Jornada Inesperada.

 

Armitage sorria o tempo todo e estava muito feliz com a plateia brasileira, dizendo que “achava que a plateia alemã era mais insana, até conhecer os brasileiros“. Richard já previa o clima de festa ao entrar no auditório filmando a plateia ensandecida.

Durante o painel, o ator contou sobre a experiência de fazer parte de uma serie tão querida e trabalhar com Peter Jackson na direção. Disse também que a maquiagem era bem difícil de lidar e que optou por fazer todas as suas cenas de luta, para conseguir entender e sentir o personagem. Ainda deu tempo de dizer que sua cena favorita da trilogia é onde Bilbo Bolseiro e Gollum fazem o jogo de charadas entre eles.

Richard Armitage se despediu da platéia depois de vinte minutos de painel. A emoção e a sensação de ver uma figura tão querida pelos nerds deixou a mim e a todos que me acompanharam bastante felizes, afinal, estávamos diante do Thorin em pessoa! Só de ouvir ele falando bastou pra abrirmos um sorrisão de ponta a ponta.

R.Armitage2

Terminado o painel, hora de assistirmos a primeira pré estreia do filme!

E que viagem hein?

A Batalha dos Cinco Exércitos é o mais enxuto e mais corrido capítulo da Terra-média nos Cinemas, correndo em um total de apenas 144 minutos.

O filme já agarra o espectador pelo colarinho logo de cara, e só solta quando os créditos começam a rolar. Todas as pontas soltas da trilogia são amarradas e o palco para A Sociedade do Anel está montado. Peter Jackson criou um espetáculo para ser visto na telona, e ainda que se entregue a alguns momentos meio inconstantes, entrega um épico como nenhum outro cineasta conseguiu.

Ao final de tudo, temos seis filmes que tocaram o coração de muitas pessoas, e à medida que os créditos finais rolam ao som da maravilhosa The Last Goodbye (cantada por Billy Boyd, que fez o Pippin em O Senhor dos Anéis), a sensação agridoce permanece de que não teremos mais a Terra-média no Cinema.

Nos resta partilhar as boas memórias que Peter Jackson nos proporcionou desde 2002, e que o inesquecível J.R.R. Tolkien começou com a simples frase de que numa toca no chão, havia um Hobbit.

ccxp1

.

.

.

Texto by Guh Valente

IMG1116



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

et cetera

Crônicas da Gaveta

Relatos amadores de um coração cardisplicente...

Sara M. Adelino

Tradutora. Revisora. Redatora.

WILDsound Writing and Film Festival Review

Feature Screenplay, TV Screenplay, Short Screenplay, Novel, Stage Play, Short Story, Poem, Film, Festival and Contest Reviews

Destino Feliz

Seu Blog de Viagens, Roteiros e Experiências

• powersx3

' in your mind,i have all power #

dmaimalopes

A great WordPress.com site

delenaalways

A fine WordPress.com site

Comic Book and related work by Danilo Beyruth

ibooksney

EM ANDAMENTO

My Broken Throat

Até que o medo se desfaça... Um engano do destino

nicoleravinos

"Um dia sem sorrir é um dia desperdiçado"

Action Nerds

Bonecos, tirinhas e nerdices. Aqui você encontra tudo isso!

%d blogueiros gostam disto: