World Fabi Books











{janeiro 13, 2015}   Resenha: A Rainha da Fofoca em Nova York (Meg Cabot)

Olá, olá caríssimos leitores!

Olha mais uma resenha saindo do forno!

O livro de hoje é a continuação da série A Rainha da Fofoca, da escritora Meg Cabot! (se você ainda não leu a resenha do livro anterior, então clique AQUI para ir dar uma olhadinha e se inteirar!)

Assim sendo, vamos falar, então, da obra em que, com um toque de maestria, vemos a vida de Lizzie começar a mudar drasticamente!

Fato que, felizmente, a Cabot aproveita para poder levar sua personagem até A RAINHA DA FOFOCA – EM NOVA YORK!

a rainha da fofoca em nova york

Antes de mais nada, aí vai um conselho: se você ainda não leu o livro anterior, então, NÃO CONTINUE A LER ESTA RESENHA! SÉRIO! Pode acabar levando um baita spoiler e acaba estragando a série para você!

Bom…

As coisas no primeiro livro acabam bem, então, neste segundo tudo começa lindamente maravilhoso, pois, depois de uma aventura francesa digna de um conto de fadas, agora, Lizzie e Luke estão namorando sério! Lizzie finalmente encontrou o amor em Luke e esqueceu completamente Andrew, seu ex namorado fracassado. Mas, dessa vez, o cenário muda da pacata França interiorana para a agitada metrópole de Nova York!

Assim sendo… Nosso casal deixa para trás toda sua aventura pela Europa e vão para os E.U.A. em busca de um emprego na área da moda, mais precisamente restaurando vestidos de noiva, e de um lugar pra morar.

Inicialmente, nossa querida fofoqueirazinha iria dividir um apartamento com Shari, mas acaba indo morar com o seu príncipe encantado em um lindo loft super bem localizado na Fifth Avenue! No entanto, o tal apartamento dos sonhos pertence a mãe dele e mesmo que a senhora Villier não more mais lá (pois voltou pra França depois da reconciliação com o marido), Lizzie não se sente a vontade em morar de graça no apartamento da “sogra”…

Então, enquanto Shari vai morar (obrigada por falta de opção) com Chaz e Luke investe nos próprios estudos para medicina, Lizzie corre atrás de emprego tanto para poder bancar o aluguel que fez questão de pagar aos Villier (ou para se mudar e ter o próprio apartamento), quanto porque precisa ter experiência na área em que quer trabalhar.

Dessa forma, a nossa personagem vai se desdobrando, se revezando entre encontrar um apartamento para dividir com Shari e conseguir um emprego como restauradora de vestido de noivas… As coisas vão ficando cada vez mais enroladas e Lizzie quase entra em pânico diante do cenário: ninguém está contratando e parece que não existem apartamentos decentes e baratos na Big Apple!

Em desespero, depois de muito procurar e não encontrar nada, ela resolve se oferecer pra trabalhar por meio período (e de graça) em uma lojinha quase falida de restauração de vestidos de noiva do casal Henri (importante: lê-se An-rí).

E como ainda precisa do dinheiro, ela também acaba aceitando a indicação de Chaz e vai trabalhar como recepcionista no escritório de advocacia do pai dele, onde conhece Tiffany, a recepcionista modelo e super maluca que trabalha na parte da tarde e acaba virando sua amiga.

Aliás… além de TiffanyLizzie também faz amizade com uma cliente do escritório, uma tal de Jill Higgins, a qual vai se casar, tem problemas com a família do noivo (pois ele é rico e ela trabalha num zoológico) e sofre com os paparazzi que não a deixam em paz.

Enfim…

FINALMENTE, ela consegue ter um pouco de dinheiro E mostrar que entende do assunto no quesito restauração e consertos de vestidos antigos e irrecuperáveis! (tudo o que, inicialmente, ela estava precisando)

Agora, com dois empregos, Lizzie se desdobra para conseguir tempo e continuar lutando pelos seus outros sonhos, como, por exemplo, o seu tão desejado casamento com Luke! No entanto, ela encontra um pequeno-grande obstáculo para conseguir realizar esse sonho… Parece que o príncipe não está nada inclinado a assumir um compromisso tão sério…

E como se isso não fosse dor de cabeça o bastante para a nossa protagonista, em A Rainha da Fofoca em Nova York, a autora Meg Cabot a arrasta para confusões ainda mais complicadas!

Lembram-se Jill Higgins?

Então… Acabei de falar dela não é?

Pois bem…

Ela é uma das “confusões” que Cabot encontra para Lizzie!

Como a mãe do noivo de Jill quer humilhá-la, ela a obriga a usar um vestido EXTREMAMENTE ANTIGO e PAVOROSO! Dessa forma, sobra para Lizzie socorrer a amiga e ficar encarregada de refazer o vestido para que fiquei perfeito! E tal tarefa é tomada como uma missão de vida, pois, afinal, Lizzie precisa ajeitar o vestido pra que fique mais do que perfeito em Jill e calar a boca da sogra intragável dela!

O lado bom dessa tramoia toda é que, como a garota vai se casar com um cara rico e famoso, Jill virou celebridade e não para de sair em matérias de revistas e jornais. Com isso, a loja do Monsieur Henri fica conhecidíssima através do trabalho de Lizzie (já que Jill vira uma espécie de vitrine do trabalho de Lizzie) e a clientela multiplica! Todas as noivas da cidade agora querem saber quem é essa tal Lizzie que faz milagres com vestidos acabados e passam a procurar a loja, deixando o casal Henri impressionado, pois nunca haviam visto tanto movimento e dinheiro na vida desse jeito!

Além de toda essa loucura, Lizzie ainda fica preocupada com sua amiga Shari, a qual, depois de aaaaanoooos, se separa de Chaz porque se apaixona por outra pessoa… Porém, o tipo de pessoa pelo qual ela se apaixona acaba chocando a todos e deixando a situação ainda mais complicada!

E no meio de todo esse caos, Luke, que só vive para os estudos, não ajuda a nossa fofoqueira em nada e, ainda por cima, mal tem tempo para o relacionamento deles! Ele, de forma bem ignorante, resolve passar o ano novo na França com a família, deixando Lizzie sozinha, se dividindo entre dois empregos…

A gota d’água para Lizzie, é dada por Cabot, quando percebe que, muito provavelmente, não conseguirá realizar o seu sonho de se tornar uma noiva, diante do fato de que ele, claramente, lhe diz que não se vê casado em um futuro próximo (ou melhor, que não a vê em seu futuro), pois afinal, eles só namoram a poucos meses e ele precisa estudar se quiser virar médico para curar criancinhas.

E o livro acaba com Lizzie passando a virada no casamento de Jill… Sem Luke por perto, maaas, não totalmente (e nem um pouquinho) sozinha!

Confesso que li boa parte do livro com um sorriso no rosto, chegando até a rir em algumas partes! Aliás… Gostei de ver que a autora não enrolou mais do que o necessário na historia de amor, dando uma reviravolta muito interessante a ela!

Eu também li este livro há algum tempo, mais especificadamente dois anos depois que a Editora Galera Record o publicou no Brasil! E em 2012 eu praticamente devorei, pela primeira vez, as 432 páginas! Afinal, esta continuação acabou se tornando melhor do que o primeiro volume!

A leitura continua leve e gostosa, com muitos altos e baixos, risos e momentos de surpreendentes (aliás, em MUITOS sentidos foi um livro que me surpreendeu!)!

E mantendo a premissa de fazer os personagens evoluírem, Meg Cabot consegue deixar Lizzie ainda mais madura do que no primeiro (apesar de ainda se meter em encrencas bobas); dá uma personalidade totalmente inesperada ao Luke; surpreendente transforma o relacionamento entre Shari e Chaz, o que ajuda a dar um desfecho fora de nossas expectativas aos demais personagens principais da trama! (e para ajudar na ambientação do livro, eleé cheio de dicas sobre vestidos de noiva com ilustrações dos modelos mais conhecidos, dicas sobre maquiagem, sapatos e etc…)

O final (sem spoilers) é de deixar qualquer pessoa de queixo caído e loucooooo para ler a continuação para saber o que diabos irá acontecer! É isso mesmo que Lizzie quer para sua vida? Será que com toda a fama que trouxe para loja dos Henri, ela finalmente vai se destacar no ramo e receber um salário decente? Como Chaz vai reagir por Shari tê-lo abandonado daquela forma? E Luke é mesmo o príncipe encantado que que ela passou a vida esperando?

Essas e outras perguntas são devidamente respondidas pela senhora Cabot no incrível desfecho da saga, em A RAINHA DA FOFOCA FISGADA!

Sinopse Oficial:

“Ai meu Deus! Lizzie tem tanta sorte que nem consegue acreditar. Está namorando Luke, um cara lindo, rico e que quer se tornar médico para ajudar criancinhas indefesas, conseguiu se formar (bom, só falta o diploma) e está a caminho de Nova York, onde com toda a certeza conseguirá um emprego sensacional, com um salário fantástico, criando e consertando vestidos de casamento para, não sei… Vera Wang?

Bom, pelo menos esse é o plano. Na realidade, ela e sua melhor amiga, Shari, só encontram espeluncas cobertas de cocô de rato a horas da cidade, com aluguéis que custam os olhos da cara. E, para piorar, parece que Vera Wang não está contratando ninguém no momento – nem nenhuma outra loja na cidade!

Aí, quando Lizzie começa a se desesperar, seu príncipe no cavalo branco (e ele realmente tem sangue azul!) chega para resgatá-la! Luke casualmente a convida para morar junto com ele, em uma cobertura em frente ao Central Park. E Lizzie, é claro, aceita – já pensando nos sinos da igreja….

Mas tudo indica (inclusive seu melhor amigo, Chaz) que Luke não está com os mesmos planos que Lizzie! Será que ela vai conseguir manter a boca fechada e evitar uma catástrofe, ou será que o desastre a espera em Nova York?”

Texto by Fabi

IMG_20141110_093957

Ps.: Amanhã postarei a resenha da continuação! Portanto, não percam e fiquem de olho para saber o que acontecerá em A Rainha da Fofoca Fisgada!



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

et cetera
Crônicas da Gaveta

Relatos amadores de um coração cardisplicente...

Sara M. Adelino

Tradutora. Revisora. Redatora.

WILDsound Writing and Film Festival Review

Feature Screenplay, TV Screenplay, Short Screenplay, Novel, Stage Play, Short Story, Poem, Film, Festival and Contest Reviews

Destino Feliz

Seu Blog de Viagens, Roteiros e Experiências

• powersx3

' in your mind,i have all power #

dmaimalopes

A great WordPress.com site

delenaalways

A fine WordPress.com site

evilking.wordpress.com/

Comic Book and related work by Danilo Beyruth

ibooksney

EM ANDAMENTO

My Broken Throat

Até que o medo se desfaça... Um engano do destino

nicoleravinos

"Um dia sem sorrir é um dia desperdiçado"

Action Nerds

Bonecos, tirinhas e nerdices. Aqui você encontra tudo isso!

%d blogueiros gostam disto: