World Fabi Books











{julho 6, 2016}   Figuras da Literatura Brasileira: Claudia Miqueloti

Olá, readers!

Como vocês estão?

Estamos de volta com mais uma entrevista do projeto “Figuras da Literatura Brasileira”!

Bom…

Para quem ainda não sabe, antes eu costumava colocar apenas uma breve entrevista com os autores, mas agora, eu quero incentivá-los a conhecê-los melhor e mostrar o quanto a nossa literatura é rica e maravilhosa!

Vamos quebrar tabus, eliminar alguns paradigmas negativos e arremessar para longe esse preconceito que muitos leitores têm a respeito dos autores brasileiros!

Aliás, para tentar promover uma aproximação maior de vocês com os escritores que passarão por aqui, pedimos para que cada um gravasse um vídeo de apresentando, indicando (ou recitando) algum outro autor nacional e aproveitar para deixar registrado o apoio deles à literatura brasileira!

E para a edição de hoje eu lhes trago a autora Claudia Miqueloti!

Ela é a idealizadora de três livros e um ebook: “Labirinto do Sol e da Lua(poesias – 2011), “Meninas Super Poéticas II(antologia com 10 poesias minhas – 2012) e “A Deusa de Anília e Outras Histórias(contos – livro e ebook – 2015).

E ela não vai parar por aí!

A Claudia já está em todo com dois projetos a todo vapor.  O primeiro diz respeito ao lançamento do seu segundo livro de poesias, o qual deve sair até o fim deste ano. E o segundo é um romance sobrenatural, que ela está escrevendo no momento e pretende publicar até o final de 2017.

A autora diz possuir muitos outros projetos que sonha dar continuidade e/ou concretizar. Mas, enquanto isso, Miqueloti vai divulgando “A Deusa de Anília e Outras Histórias“, que já fará 1 ano em setembro!

E para conhecê-la melhor, Claudia trabalha de segunda à sexta como digitadora em uma instituição particular de ensino. Sendo que, aos sábados ela leciona japonês para turma Kids – crianças de 10 à 18 anos (isso não é inusitado? =D). Ela tem o Ensino Médio completo e diploma de curso básico em Japonês.

Miqueloti diz ser a filha “temporão”: a caçula de QUATRO irmãos! Escreve desde os 10 anos e pretende continuar escrevendo sempre que lhe for possível. Mora no Estado do Rio de Janeiro e gosta de literatura fantástica, ação, comédia romântica e um suspense leve. Um sonho que possui é escrever e publicar uns 20 livros pelo menos! (isso não é demais?)

No entanto, de acordo com Claúdia, escrever não é sua única paixão! E como previsto, ela AMA: “Ler, lecionar japonês para adolescentes, fazer artesanato e assistir doramas (coreanos e japoneses)!”, admitiu.

E para que vocês possam conhecê-la um pouco mais, aqui está aquela famosinha parte da entrevista na integra!

W.F.B.: Qual é a sua opinião sobre a literatura nacional? E a respeito da internacional?

C.M.: Houve um tempo em que só lia livros estrangeiros. Não era preconceito, era Claudia Miquelotidesconhecimento mesmo. Hoje leio mais nacionais. Digamos que eu continuo lendo os internacionais como antes, apenas inseri livros nacionais nas minhas leituras e tenho me surpreendido MUITO com a qualidade de escrita.

Acredito que o preço influencia na escolha do leitor. O livro internacional tem uma divulgação mais difundida, muitos se tornam filmes, o que gera muita propaganda e, consequentemente, um envolvimento muito grande por parte dos fãs.

E numa reação em cadeia, as livrarias querem vender, preferindo assim, os livros que tem mais saída e sabemos que os internacionais ainda estão no topo da lista de preferência dos leitores, sendo que muitos deles são principalmente norte-americanos. Aliás, quando se fala em literatura estrangeira, por vezes esquecemos que há mais de um país nessa lista. Quantos de nós lemos um livro escrito por um espanhol, um japonês ou um russo? Então, não é só os livros nacionais que são descriminados. Na realidade, ainda consumimos o “pacote americano” tanto na literatura quanto no cinema.

Quanto à literatura nacional, um dos pontos que mais influencia a “não leitura”, é a falta de interesse do próprio leitor! O descrédito em uma obra que permanece desconhecida pela crítica e pelo público acaba comprometendo a mesma,que acaba não sendo conhecida e nem difundida.

O preço não é tão diferente do livro estrangeiro, mas acaba por desestimular, pois o leitor nutre uma “mentalidade popular” de que o livro nacional deveria ser mais barato. Esquecem que no Brasil, as editoras cobram altos valores para se publicar um livro e o autor não pode se dar ao luxo de dar a obra de graça para que seja lida. No entanto, felizmente, tenho visto um crescimento gradual de leitores que apreciam e dão uma chance ao escritor brasileiro!

W.F.B.: Poderia deixar uma mensagem para o pessoal?

C.M.: Eu digo para nunca desistirem da literatura, seja ela nacional ou internacional. Ler e escrever é essencial tanto para adquirir conhecimentos, quanto para melhorar seu vocabulário e escrita.

Todo leitor é um escritor em potencial!

Dificuldades serão encontradas e muitas vezes podemos pensar em desistir. Mas, tentem buscar novos caminhos e garanto que novas chances irão aparecer em suas vidas! Não é porque um trabalho não deu certo, ou porque uma leitura não foi boa o bastante, que tudo o mais dará errado. Persista na literatura e lembre-se que nada na vida é de graça. Só com muita luta e desejo de vencer é que conquistamos os melhores lugares. Tudo depende das nossas escolhas.

Obrigada por lerem e tenham ótimas leituras e inspirações pela frente.

Então, é isso readers!

Espero que tenham gostado e na semana que vem teremos mais uma celebridade para vocês!

Abraços, beijos e boa leitura!

….

Texto by Fabi

IMG_20150101_233612



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

et cetera

Crônicas da Gaveta

Relatos amadores de um coração cardisplicente...

Sara M. Adelino

Tradutora. Revisora. Redatora.

WILDsound Writing and Film Festival Review

Feature Screenplay, TV Screenplay, Short Screenplay, Novel, Stage Play, Short Story, Poem, Film, Festival and Contest Reviews

Destino Feliz

Seu Blog de Viagens, Roteiros e Experiências

• powersx3

' in your mind,i have all power #

dmaimalopes

A great WordPress.com site

delenaalways

A fine WordPress.com site

Comic Book and related work by Danilo Beyruth

ibooksney

EM ANDAMENTO

My Broken Throat

Até que o medo se desfaça... Um engano do destino

nicoleravinos

"Um dia sem sorrir é um dia desperdiçado"

Action Nerds

Bonecos, tirinhas e nerdices. Aqui você encontra tudo isso!

%d blogueiros gostam disto: