World Fabi Books











Olá, olá readers!

Estamos de volta com mais uma resenha!

E desta vez iremos falar sobre os três livros da série Halo da autora Alexandra Adornetto:

Halo, Hades e Heaven

Série Halo

Bom…

Inicialmente, o que eu posso lhes dizer é que esta saga é, digamos, fofinha.

Sim!

É o tipo de série que se fosse uma pessoa, teria uma personalidade meiga. Este é o tipo de sentimento que temos inicial, o que nos faz pensar que o enredo é quase leve demais para se levado a sério…

Contudoooo, a medida que vamos nos embrenhando naquele universo criado pela autora, vamos conferindo uma aparente evolução na trama e vamos nos tornando curiosos com relação ao desfecho da estória!

Um aviso: antes de continuar a ler a resenha, recomendo que a leia com cuidado, pois como vou falar dos três livros, talvez vocês se deparem com algum spoiler… (Boa leitura!)

No livro, nos deparamos com Gabriel, Ivy e Bethany, todos anjos que acabam de descer à Terra para ajudar os seres humanos, defendendo todos de atividades demoníacas.

Em Halo, vemos que a missão dos três é se estabelecer em nosso plano como meros humanos comuns, enquanto, na surdina, salvam e mudam as vidas ao redor. E para poder cumprir o trabalho da melhor forma possível e sem levantar suspeitas, os anjos devem viver como irmãos e agir normalmente.

No meio de toda a encenação de bons humanos, Bethany, a qual possui a aparência muito jovem, é levada a frequentar a escola em que o irmão Gabriel é incumbido de entrar como educador.

No entanto, ao contrário dos irmãos experientes, Beth, como é chamada, nunca esteve fora do Céu e tem dificuldades em se misturar aos colegas.

Com uma personalidade pura, meiga e assustada demais, ela acaba despertando a atenção de Xavier, um garoto lindo e “um tanto exemplar” da escola. E a atenção se torna em algo a mais e quase instantaneamente o garoto se torna uma espécie de protetor de nossa protagonista.

A proteção se transforma num tipo de devoção, que logo em seguida se torna em um amor forte demais. E, obviamente, a nossa anjinha acaba correspondendo aos sentimentos do humano e os dois acabam vivendo os dilemas do amor proibido…

Apesar da trama começar de forma um tanto “clichê” e fofinha demais, devo admitir que me surpreendi com algumas informações que a autora colocou no meio da narrativa.

Para mim, ficou evidente que Adornetto, ou é bem religiosa ou pesquisou bastante para escrever esse livro!

Primeiramente, percebi uma personificação bem interessante de “anjo” nas descrições de Gabriel e Ivy. Eles são os mais experientes do trio e o enredo deixa bem claro que os dois vêm à Terra de tempos em tempos para combater as forças do mal.

São guerreiros celestes e totalmente desprovidos de sentimentos carnais. Amam, sim, a humanidade, porém, não se permitem corromper por ela.

Em segundo, a hierarquia celestial apresentada pela escritora, desde o inicio é mantida e respeitada. Outros arcanjos são mencionados ao longo do livro e, de uma maneira leve, ela consegue abordar um tema tão delicado como a religião, sem ofender ou desrespeitar.

E terceiro, confesso que me surpreendi com a descrição dos personagens, durante a adaptação dos mesmos à vida terrestre: o equilíbrio do corpo, a descoberta da amizade e do amor, etc.. Alexandra Adornetto é bastante detalhada, sem ser chata, com explicações que realmente são relevantes para o bom andamento da leitura.

Autora: Alexandra Adornetto

Autora: Alexandra Adornetto

Porém, apesar de todos os pontos positivos, eu me senti um pouquinho incomodada com o romance central…

O amor entre Beth e Xavier é tão avassalador, que faz com que tudo aconteça rápido demais. O romance em si é uma gracinha, mas achei que poderia ter sido melhor desenvolvido. Fiquei com uma sensação de estranheza e a impressão de que estava forçado demais.

Todavia, como já disse, é um romance fofo e tem momentos em que dá para se derreter de ternura e paixão pelos dois. Só gostaria que fosse melhor trabalho…

De qualquer forma, a maioria dos conflitos (senão todos) do livro gira ao redor do casal e logo eles despertam a atenção de seres nem tão puros e bondosos, ou pelo menos, nem tão compreensivos. Dando à série o aspecto de lutas constantes e agitação, o que às vezes pode deixar os leitores apreensivos e nem um pouco entediados. Praticamente, o amor dos dois é o motivo para termos os conflitos da estória!

E é no começo de toda a confusão que Jake, um príncipe demônio, se revela e dica na cola dos dois, causando problemas incríveis a todos os envolvidos.

O que nos leva a outro aspecto positivo da saga: os conflitos também evoluem junto com os personagens e a trama!

Em Hades, segundo livro da série, percebemos que os problemas ficam ainda mais complicados. Jake retorna e consegue arrastar Beth para o pior lugar onde ela poderia ir: o próprio Inferno!

Contrariada, mas temendo o que pode acontecer àqueles que ama, Beth se mantém forte e procura se alimentar das boas lembranças da vida na Terra, enquanto suporta aquele mundo distorcido e obscuro, ao lado de um amor doentio.

É claro que as coisas vão de mal a pior para Xavier, Gabe e Ivy também. Ou seja, não é apenas a nossa anjinha quem está sofrendo! É possível acompanharmos a exasperação de ambos os lados, tanto o dela, aprisionada no Inferno, quanto o dos demais, que ficam loucos e agoniados à procura dela.

Um ponto fraco do livro, na minha opinião, é a relação de Beth com os “habitantes locais”. De certa forma, adorei os de personalidade louca, me espantei com outros malvados, porém, me decepcionei com alguns personagens que demonstraram simplesmente bonzinhos.

Eu achei interessante o fato de haver habitantes do Inferno que, mesmo infelizes e descontentes por estarem vivendo naquele plano, ainda possuem alguma bondade dentro de si. Contudo, achei que foi abordado de uma forma um tanto leviana demais.

Dá para entender que alguns estão ali contra a própria vontade, que se sente mais obrigados a viver daquela forma do que realmente serem devotados a este “estilo de vida”, no entanto, a personalidade bondosa deles se torna vazias demais aos olhos do leitor, o que acaba descaracterizando um pouco o ambiente e quebrando parte da tensão que deveríamos sentir pela situação de Beth.

Mas, apesar disso, percebi uma evolução de uma obra para outra. E mesmo que a maioria dos personagens “bonzinhos” do Inferno tenham sido apresentados de maneira vaga e previsível demais, admito que gostei de ver a transformação de Jake, o qual vai se mostrando menos malvado durante a “estadia” de Beth naquele mundo de demônios. Acho que foi o único que foi demonstrado como “bonzinho”, sem ser abordado de forma bobinha.

Em Heaven, o último livro da saga, já percebemos logo de cara que o enredo está com mais ação, já que a trama começa com o casal em fuga.

Desta vez, o perigo não são apenas os demônios. Beth e Xavier agora estão sendo caçados, TAMBÉM, por uma “casta” especial e mais elevada de anjos, os quais podem ser mais poderosos e letais do que os próprios demônios.

E, novamente, tudo isso acontece por causa do amor proibido que os dois fazem questão de selar.

Juntos, eles enfrentam forças que desejam separá-los e continuam seguindo em frente, apesar da dor pelas vidas perdidas no meio do caminho, tornando a empreitada ainda mais complicada para os dois.

Mais uma vez, o foco está no romance e, infelizmente, a trama e os seres ficam em segundo plano por um bom tempo. Porém, apesar disso, é possível perceber um interessante crescimento em relação às personagens como, por exemplo, o Xavier, o qual parece amadurecer e deixa de ser o namorado babão para ser o homem forte e marcante que deveria ser desde o começo.

Halo-Series

Gostei muito da ambientação dos personagens no Céu, os novos cenários e a forma como a autora explorou alguns tabus. As lutas se tornam um pouco mais dinâmicas e explosivas  e, como eu já mencionei, sentimos que há mais ação na narrativa, o que é um ponto extremamente positivo na minha opinião.

No entanto, tenho que confessar que mesmo que no começo tenhamos a sensação de que os livros vão crescendo e melhorando, nesta obra, esta impressão se desvanece um pouco quando percebemos que alguns personagens, simplesmente, desaparecem da trama como se nunca tivessem existido, enquanto que outros somem de vista com uma explicação fraca e vaga.

Basicamente, todo o dom que a autora tem nos dois primeiros volumes (principalmente em Halo) para explicações, desaparece no terceiro e último livro. Já que muita coisa fica no ar e aparentemente inacabada sem motivo.

No entanto, apesar desse detalhe irritante, confesso que a série é boa! Ela tem muitos autos e baixos e o enredo, de certa forma, é único! O romance, apesar de ser clichê e bem previsível, acaba se tornando um ponto forte para a série, o que acabou me surpreendendo, pois eu esperava bem menos do amor do casal.

O seres que aparecem e os universos que ela integra são o show a parte da saga. Digamos que são o toque apimentado dos livros, dando mais sabor à leitura.

Assim sendo, eu recomendo aos fãs de literatura com anjos e/ou para aqueles que estiverem curiosos!

E se quiserem saber um pouquinho mais, eis as sinopses oficiais dos livros:

HALO

Halo

“Três anjos são enviados à Terra com planos de se misturarem aos humanos para assegurar a paz e trazer a bondade. Gabriel, o Herói de Deus, um antigo guerreiro que se disfarça de professor de música; Ivy, serafim abençoada com poderes de cura; e Bethany, a mais nova e inexperiente do grupo, enviada como uma jovem estudante para aprender sobre a humanidade. Após Bethany se encantar com a vida humana, ela começa a viver todas as experiências de uma adolescente normal, até se apaixonar por um rapaz e coloca toda a missão em risco. As forças do mal se aproveitarão dessa situação para pôr seus planos malignos em prática. Um romance de tirar o fôlego, que responderá a pergunta: será que o amor é forte o suficiente para vencer as forças do mal?”

HADES

Hades

“Bethany Church é um anjo enviado à Terra para combater as forças das Trevas. Apaixonar-se nunca fez parte da sua missão, mas o vínculo entre ela e seu namorado mortal, Xavier Woods, é inegavelmente forte. Mas mesmo o amor de Xavier e os cuidados de seus irmãos anjos, Gabriel e Ivy, não impedirão que Beth seja levada a um passeio de moto que acabará no Inferno. Lá, o demônio Jake Thorn não permitirá que Beth volte à Terra e pedirá a ela algo que poderá destruí-la e também seus entes queridos. A história que Alexandra Adornetto iniciou com Halo, best-seller que entrou
na lista do The New York Times na semana de seu lançamento, ganha mais um capítulo cheio de ação e reviravoltas, com demônios e anjos em guerra e o poder do amor sendo posto à prova.”

HEAVEN

heaven

“Menina conhece menino, menina e menino se apaixonam, menina e menino se casam. Poderia ser apenas mais uma linda história de amor. Mas se a menina for um anjo enviado à Terra para combater as forças malignas e o menino um mortal, o final feliz pode estar mais longe do que se espera. Em ‘Heaven’, terceiro e último volume da saga Halo, Beth e Xavier terão que desafiar o Céu e o Inferno para ficarem juntos.
Depois de fugirem da festa de formatura e selarem o compromisso numa igreja da cidade, os dois jovens contam as horas para viverem como marido e mulher. O que eles não sabem é que esse foi apenas o início de uma jornada de fuga, perseguição e morte, já que agora eles terão que lidar com os Setes, justiceiros do Céu que fugiram do controle de Deus e fazem suas próprias leis. Para eles, o amor de Beth e Xavier é um erro e deve ser combatido.
Agora, Beth e Xavier, com a ajuda do arcanjo Gabriel e do serafim Ivy, precisarão correr contra o tempo e encontrar uma forma de provar para o Céu que seu amor é verdadeiro e que merecem ficar juntos. No caminho, vão se deparar com fanáticos religiosos, universitários festeiros, encontros nada agradáveis com o Diabo e uma revelação que poderá mudar o rumo de suas vidas para sempre.”

E quem quiser e estiver mesmo interessado, há um box com os três livros a venda por aí. 😉

Sinopse do box:

Halo-box

“Gabriel, Ivy e Bethany são anjos enviados à Terra para restaurar a paz e combater as forças das trevas. Aos poucos, eles vão se misturando aos humanos, mas o plano foge do controle quando um deles descobre o amor. Bethany, a mais nova e inexperiente do trio, se apaixona perdidamente por um mortal, colocando em risco a importante missão a que foram destinados. A partir daí, uma série de demônios e seres malignos empreende uma caçada aos anjos, colocando o mundo em um risco iminente.Sucesso imediato da autora best-seller Alexandra Adornetto, a saga Halo frequentou a lista de mais vendidos do New York Times desde o lançamento do primeiro volume. Neste boxe você vai encontrar os três livros de uma série emocionante, e se deparar com a seguinte pergunta: será que o amor é forte o suficiente para vencer as forças do mal?Contém os títulos:
– Halo
– Hades
– Heaven”

Texto by Fabi

IMG_20150825_102514

 

 



Olá, olá leitores queridos!

Atendendo a inúmeros pedidos feitos por amigos e pessoas desconhecidas (mas, pelas quais, já digo, possuo um agradecimento enorme por lerem minhas obras), eeeeiiiis mais alguns capítulos do livro A Protegida e o Príncipe, que eu coloquei no Wattpad!

Acessem o link abaixo e, se quiserem, podem dar uma lidinha!

LINK!! 😉

Aliás…

O livro AINDA não tem capa oficial, mas a imagem que uso é uma montagem bem amadora que eu mesma fiz.

Mas, se alguém quiser me ajudar e fazer um desenho para que eu possa colocar na capa, eu ficaria muito feliz, mesmo!!

(se quiserem ir direto para o primeiro capítulo do livro, basta clicar na imagem abaixo)

Wattpad - A Protegida e o Príncipe

Texto by Fabi

IMG_20140915_112932



Genteeeeeeeeeee….

Eiiiis os quatro primeiros capítulos de Tempos de Apocalipse, que eu coloquei no Wattpad!

Depois de alguns pedidos, de ler umas coisas ali e aqui e dar o braço a torcer, chutei a preguiça e comecei postando o primeiro capítulo de um dos meus livros, o Conto de Dragões!  E agora, eis mais uma de minhas obras (atendendo à solicitação de alguns! hehehehe…)!

Acessem o link abaixo e, se quiserem, podem dar uma lidinha!

LINK!! 😉

Aliás…

O livro AINDA não tem capa e tals, então, estou usando uma “montagem” para introduzi-lo… hehe

Se alguém quiser me ajudar com isso, eu ficaria muito feliz mesmo!! (pois, sou uma negação nisso!)

Wattpad - Tempos de Apocalipse

 

Texto by Fabi

IMG_20140915_112932



Atenção, atenção!

Nós do World Fabi Books temos uma ótima novidade para os shadowhunters!

Fãs da autora Cassandra Clare podem comemorar, pois…

Os resultados do Good Reads Choice Awards 2014 já saíram e… O livro Cidade do Fogo Celestial foi eleito o melhor YA de Fantasia do ano!!!!!

Cidade do Fogo Celestial
Aliáááás…

Por pouco, mas muito pouco mesmooooo, a Colleen Hoover (autora da saga Métrica) não leva o prêmio de melhor YA de Romance!

De qualquer forma, os livros “Maybe Someday” e “Ugly Love” da escritora ficaram entre os quatro mais votados da categoria!

Além disso, esses dois livros mencionados já estão na lista de lançamentos de 2015 da editora Galera Record. Então, é melhor ficarmos de olho!

 

 

Fonte: página da Galera Record no Facebook (clique AQUI para ver a notícia)

Texto by Fabi

IMG_20141002_124455



[PRÉ-VENDA na Galera Record]

Atenção, atenção, Shadowhunters de plantão!

Você já pode garantir seu volume único de “Cidade dos Ossos” e “Cidade das Cinzas“, uma edição de colecionador com capa dura em papel holográfico metalizado!!!

Isso é muitooooo mágico!! É muitooooo Magnus Bane, Clary, Simon, Jace, Izzy, Alec… Ou seja, AMOR!!

Aproveitem e reservem hoje! 

(dica: a Cassandra Clare vem para o Brasil durante a Bienal… Entendedores entenderão! )

 

volume único - cidade dos ossos e das cinzas

 

Onde você pode encontrar:

http://bit.ly/OssosCinzasSaraiva
http://bit.ly/OssosCinzasTravessa
http://bit.ly/OssosCinzasCultura
http://bit.ly/OssosCinzasCuritiba
http://bit.ly/OssosCinzasPontoFrio



E então, shadowhunters, vamos surtar de vez??

Como já sabíamos (deem uma olhada AQUI), a escritora Cassandra Clare virÁ ao Brasil, na Bienal de São Paulo, a fim de lançar/divulgar/promover o livro As Crônicas de Bane por aqui eeeeeeeee, de quebra, fazer uma mega sessão de autógrafos!!

Para a nossa sorte, a editora Galera Record irá realizar o evento em DOIS dias da Bienal! Ou seja, temos DUAS chances para conseguir um autografo da fofa da Clare!

cassandra_clare_no+brasil

 

 

Como diz na imagem acima, os dias de autógrafos serão 23 e 24 de agosto, ambos ás 15h30min no estande da editora no Pavilhão de Exposições Anhembi (onde sempre acontece a Bienal do Livro mesmo).

No entanto, o único diferencial das demais sessões de autógrafos pelo evento, é que neste caso, como a Cassandra Clare é uma escritora internacional, estará no Brasil pela primeira vez e é bem famosa/amada (ou seja, cheia de fãs), os organizadores criaram eventos no Facebook (clique AQUI e AQUI para ser direcionado aos evento) para os dois dias, onde colocaram as regrinhas que os fãs precisam seguir para que tudo ocorra da forma mais mágica possível!

As regrinhas não são exageradas e, na verdade, são bem comuns em eventos com escritores deste porte!

Para facilitar, nós, do World Fabi Books, colocaremos aqui as regrinhas válidas para os dois dias (23 e 24):

  1. A sessão de autógrafos será no nosso estande na Bienal do Livro SP (estande do Grupo Editorial Record), localizado no Pavilhão de Exposições Anhembi;
  2. Serão distribuídas 500 senhas a partir do horário de abertura da Bienal;
  3. A senha é pessoal, individual e intransferível;
  4. É obrigatória a apresentação da senha na entrada da sala de autógrafos;
  5. Serão permitidos 2 livros por pessoa;
  6. Fotos só serão permitidas com o fotógrafo oficial do evento;
  7. Câmeras pessoais não serão permitidas;
  8. As fotos oficiais serão postadas no Facebook da Galera Record em até 3 dias úteis após a data do evento.

Comecem a contar os dias e a escolher quais livros ela irá autografar!!

WE LOVE CLARE!

cassandra_clare



Fãs de Cassandra Clare, segurem os corações e respirem beeeeem fundo!

Nessa semana foi divulgada a capa oficial do último livro da saga Os Instrumentos Mortais, o Cidade do Fogo Celestial!!

O texto ainda está em inglês, pois a divulgação está bem fresquinha, vinda direto “dos exterior”!

Vejam que maravilha:

Cidade do Fogo Celestial

Ainda não se se isso é boato ou não, maaaaas… Anda tendo um burburinho muito traumatizante rolando pela internet. Reza a lenda das más línguas que a escritora anunciou que irá, sem misericórdia, matar SEIS personagens queridos da saga!! Sendo que um deles ela confirmou ser da família Lightwood!

Inclusive… Há quem diga que alguns trechos do livro foram liberados por aí e que a nossa querida, sexy e encarnada Lizzy (ou Isabelle se preferirem) morre nos braços de Simon! Será? Também fofocam que, na verdade, quem morrerá nos braços do amado é o nosso queridíssimo Alec, amparado por Magnus Bane!Parece que só vai piorando!  (olha o meu coração ficando cada vez mais apertado!!)

E as especulações não param por aí!

Na capa oficial aparecem os irmãos Fray/Morgenstern/Fairchild, o sinistro Sebastian e a corajosa Clary, contudo a arte parece dar algumas dicas do que vai acontecer aos fãs, como, por exemplo, o fato de Sebastian estar como anjo, o que, com certeza não quer dizer boa coisa, principalmente para quem já leu o último livro a ser lançado! E o detalhe de a Clary estar vestida de branco, o que representa LUTO no mundo dos Caçadores de Sombras!  (será que ela morre ouuuuu o Jace? Ou a  Jocelyn? Ou o Magnus?  Ou o Simon? Ou o Luke?Ou todas as pessoas extremamente próximas a ela, incluindo a própria Clary? Aí MEU DEUS!!! Talvez ela esteja de luto pelo o irmão que ela própria matará ou que será morto no meio da batalha, quem sabe…)

Também dizem por aí, que na contra-capa aparecem o Jace, o Alec, a Izzy, o Simon e a Maia… E que este seria mais um indicio da Cassandra sobre quem irá morrer, algo como “quem está ilustrado na capa e na contra-capa, está irremediavelmente morto”! (SURTANDO AQUI, e vocês?)

A imaginação dos leitores está rolando solta pela internet, mas, mesmo com tantas deduções e “bafafas”, é dificil encontrar algum comentário sobre um ponto feliz do livro. Isso só reforça o fato de que vamos chorar e MUITO nesse último volume da saga!

E, então? Preparados?



Olá, leitores e leitoras do nosso grande coração literário!

O post da vez é sobre uma série de livros que vem conquistando fãs pelo mundo todo e que há muito tempo já me fisgou! Pois é… Eu, Fabi, sou uma fã totalmente fanática de Os Instrumentos Mortais da Cassandra Clare (bem como da série As Peças Infernais também!!)

E como eu sei que não estou sozinha nessa e não sou a única no mundo a me apaixonar pela saga, resolvi divulgar a capa teaser do último livro: City of Heavenly Fire!! (que aqui receberá o nome de Cidade do Fogo Celestial)

capa+teaser+instrumentos_mortais

Em setembro, a editora Walker Books (responsável pela publicação da série lá fora) divulgou a capa teaser da obra. A imagem causou muita comoção entre os leitores, sendo que a escritora e a própria editora não pararam de receber mensagens de pessoas loucas para ler o livro ou que simplesmente começaram a sofrer por antecipação, mas não apenas por ansiedade e sim, por ver o fim da série! O que, convenhamos, é bem triste mesmo!

Afinal, ficamos loucos para ler e saber o que vai acontecer, contudo, ficamos deprimidos por ver uma história com a qual nos identificamos tanto e amamos tanto simplesmente acabar… Fica um vazio…

Enfim…

De qualquer forma, a comoção e a empolgação é tanta que até Clare se pegou deixando comentários mais do que “animados” pela web: “Esta não é a capa final, mas já que vocês vai vê-la por aí, na Amazon, etc… Então, até que revelem a final, vocês poderiam muito bem ver essa arte (o teaser) aqui em primeiro lugar. Eu não fiz o slogan, mas eu gostei. A capa final, é claro, não virá com palavras sobre ela, mas sim, com pessoas. Eu não posso dizer-lhe quem são. Vocês terão que esperar para ver. Há também uma surpresa extra impressa no interior da capa! *dança*”

Como puderam constatar, o teaser foi uma surpresa a parte para a Cassandra Clare também, no entanto, a agradou tanto quanto os fãs! E para atiçar ainda mais os seus leitores, ela fez questão de dizer que as pessoas que aparecerão na capa do ultimo livro é uma surpresa, assim como, alguma coisa que ela fez questão de colocar no interior do livro! (OMG! Surtem comigo!!)

Bom…

A sinopse oficial do livro já foi lançada aqui no Brasil, porém e por enquanto, é somente isso que teremos por aqui antes do lançamento oficial do volume nos E.U.A., que acontecerá no dia 06 de Maio de 2014! (acredito que, no máximo, três meses depois eles acabem lançando por aqui também) Além da sinopse, um trechinho da obra foi divulgado também (é um pedaço sobre a trama entre Jace e Magnus!)

Portanto, aproveitem a sinopse e o trecho, enquanto ainda não podem degustar a obra toda com suas 496 páginas!!

Sinopse oficial:

Erchomai, Sebastian tinha dito.

Estou chegando.

A escuridão retornou ao universo dos Caçadores de Sombras. Conforme sua sociedade desmorona ao redor deles, Clary, Jace, Simon e seus amigos devem se juntar para lutarem contra o maior mal que os Nephilins já enfrentaram: o irmão de Clary. Nada no mundo pode derrotá-lo – devem eles ir a outro mundo para encontrar a resposta? Vidas serão perdidas, o amor será sacrificado, o mundo inteiro mudará no sexto e último volume da série Os Instrumentos Mortais!

Trecho do livro:

Não muito mudou na casa de Magnus desde a primeira vez que Jace estivera ali. Jace usou uma runa de abertura para passar pela porta da frente e subiu pelas escadas, tocando a campainha do apartamento. Era mais segura dessa maneira porque Magnus poderia estar jogando video game nu ou realmente qualquer outra coisa. Magnus abriu a porta abruptamente, parecendo estar furioso. Ele estava vestindo um roupão de seda preta, seus pés descalçõs, seu cabelo escuro emaranhado.
– O que você está fazendo aqui?
– Nossa – disse Jace – Como você é acolhedor!
– Isso é porque você não é bem vindo.
– Eu pensei que fossemos amigos – disse Jace.
– Não, você é amigo do Alec, Alec era meu namorado, então eu tinha que lidar com você. Mas agora ele não é meu namorado então eu não tenho mais que lidar com você.
– Eu acho que você deveria voltar com o Alec – Disse Jace.
Magnus olhou para ele.
– E por que diz isso?

E então, o que acharam, Shadowhunters? (Será que teremos “Malec” de volta?)

cassandra_clare

A espera é árdua, não?

Mas, calma que 2014 está logo aí!

E para amenizar a espera, fiquem curtindo a trilha sonora da obra, escutada pela Cassandra Clare enquanto escrevia! “Então, em homenagem a eu ter terminado Cidade do Fogo Celestial (o primeiro rascunho, de qualquer maneira!) eu pensei eu postar a trilha sonora. Eu escutei essas músicas em uma repetição interminável enquanto em estava escrevendo. Todas as letras têm algum tipo de conexão, pelo menos na minha pequena mente estranha, com a história.” (cliquem AQUI para ter acesso às músicas)



Olá, meu povo querido!

Tudo bem?

Desculpem o sumiço, mas juro que foi por uma ÓTIMA causa! É que no final de semana passado, um grande casal de amigos do WorldFabiBooks se casou!!! E, é claro, nós comparecemos ao casório dos pombinhos Leo e Kell do Action Nerds! E vocês sabem como é… Padrinhos dali, vestido daqui, maquiagem, terno, gravata, sapato, dinheiro… Enfim…

Inclusive, queríamos aproveitar o post para desejar um casamento abençoado, repleto de alegrias e realizações para os nosso amigos! Que esse seja o primeiro passo de uma vida a dois mágica e deliciosamente divertida! Que não lhes falte a cumplicidade, o carinho, as risadas, o sucesso e a saúde, pois o amor já tem de sobra (e que deixem transbordar!)! Que o casamento seja como um bom vinho (ou whisky) quando mais o tempo passa, mais encorpado e delicioso fica! Mas, é claro, tem que cuidar direitinho para não virar vinagre (ou desinfetante hehehehe…)!

Leo, cuide muito bem dessa mulher incrível, que aceitou passar o resto da vida ao seu lado! Ela é muito mais do que um tesouro e vale muito mais do que qualquer bem material, com certeza! E Kell, cuide muito bem desse homem corajoso, que enfrentou o mundo e os preconceitos que vem com ele, apenas para poder ter a oportunidade de lhe fazer ainda mais feliz a cada dia!

Nós, do WorldFabiBooks, AMAMOS VOCÊS, casal Action Nerds!!!

casamento_leo_e_kel

Agora…

Vamos voltar para mais um #nasTelonas!!!

Eu sei que estou bem atrasada, mas, quando fui com o Guh Valente assistir ao filme no cinema (que não foi exatamente no dia da estréia aqui no Brasil: 23/08/2013… Pois, DEMOROU para encontrarmos um bom cinema com o filme legendado por aqui!), precisei ficar um tempinho matutando sobre a qualidade do longa e fui colocando outros posts como prioridade enquanto isso, o que acabou demorando.

Por causa do atraso, algumas pessoas vieram me perguntar se eu iria falar do filme, já que sempre demonstrei muito carinho pelas obras da escritora Cassandra Clare. Fui sincera e a todos respondi a mesma coisa: estou matutando!

Isso acabou assustando uma porção de gente que acompanha o blog, afinal, o filme foi tão bom ou ruim assim que precisa de um certo momento para ser degustado ou ruminado?

E a minha resposta é: Yeah baby, para ambos os casos!

Os-Instrumentos-Mortais-cidade-dos-Ossos10

Deixe-me explicar melhor….

O filme não é ruim, contudo, não chega aos pés do livro ainda. Durante o longa, pude observar muitos pontos positivos que, com certeza, o valorizaram muito. E mesmo me sentindo incomodada com algumas coisitas, percebi que a saga poderia evoluir muito bem, caso continue acompanhando a série literária, assim como, por exemplo, Harry Potter ou Jogos Vorazes!

Sinceramente? O trailer do filme não o vendeu muito bem, quando o assisti, não senti nenhuma empolgação para a estréia, pois, não queria ter que aturar mais uma saga cinematográfica do Crepúsculo ou um outro Dezesseis Luas extremamente teen! Aliás, fiquei morrendo de medo de ir ao cinema e ter uma grande decepção. Não parava de pensar: “PQP! Vão acabar com mais uma série de filmes que poderia ser foda! Que dó dos livros…”

De qualquer forma, fui conferir a adaptação e, devo confessar que gostei muito! De inicio, para o meu alívio, a imagem “crespusculizada” pela qual tentaram vender o filme, não existia. A versão da sétima arte foi muito fiel a sua origem: o primeiro livro da série Instrumentos Mortais, A Cidade dos Ossos!

Posso dizer que os atores estavam bem escalados, com exceção ABSURDA do ator teen Jamie Campbell Bower (que interpretou o personagem Jace Wayland) e também do ator Jonathan Rhys Meyers (que interpretou o “vilão” Valentim Morgenstern). Eu não gostei nem um pouco da atuação e nem da aparência desses dois! O Meyers geralmente é um cara bonito, contudo, neste filme o fizeram ficar com um ar de drogado, o que estragou a ele e ao personagem que deveria ser um caçador das sombras foda e com uma mente genial (e perturbada). Enquanto que o Bower (que a fãs girls me desculpem) foi o cara sem sal e sem açúcar de que o filme NÃO PRECISAVA!

O Jace é um dos personagens principais da trama, com uma mente e uma personalidade bem complexas. É um garotão todo machão e boa pinta; um caçador nato e extremamente bem preparado; um Dom Juan sem causa, que apenas foi dominado pelo amor repentino… Qualidades e características que não vi em momento algum durante o filme!

cityofbones10

O ator, nem de longe, é tão bonito quanto o personagem deveria parecer. Meus olhos não ficaram ávidos por nada. Eu apenas assisti, me contorcendo a todo instante em que Bower aparecia na tela. Afinal… A aparência até que poderia ser melhorada e até ignorada com um pouco de esforço, caso o ator estivesse interpretando muito bem! No entanto, NEM AO MENOS ISSO EU CONSEGUI VER!!!

O mínimo que eu esperava de alguém que está na pele do principal, é uma boa atuação, mas, não vi nada! Não vi personagem. Não vi Jace. Não vi caçador das sombras… Eu via apenas um Jamie Campbell Bower fazendo caretas como a Kristen Stewart, sem empolgação, sem sex appeal, sem nada! Nem um esforçozinho… Não gostei de assistir a um de meus personagens prediletos da literatura fantástica se transformar em um badboyzinho sem graça e muito menos tempero!

Digamos que fiquei bem decepcionada com o falso Casanova, como, com certeza, puderam notam… (poréééém… Posso dizer que admiro a perseverança do garoto, pois esse não é o primeiro filme dele que o julgo como um fracasso de atuação e, MESMO ASSIM, ele continua insistindo! A obstinação dele é de tirar o chapéu, não?)

Quanto aos demais atores, devo dizer que fiquei bem satisfeita. Lily Collins realmente fez uma ótima Clary Fray! Ela ainda tem um bom caminho para percorrer e crescer dentro da saga, no entanto, o que eu vi até o momento, me agradou muito! Aliás, no livro, a escritora ressalta muito o fato de que Clary é praticamente a mãe dela reescrita, algo que conseguimos ver no filme, já que a atriz Lena Headey é muito parecida com Collins. As duas poderiam muito bem se passar como mãe e filha na vida real, assim como se passaram no filme sob os papéis de Jocelyn Fray e Clary! Aliás, aproveitando que já mencionei a Jocelyn, gostaria de emendar que o ator Aidan Turner fez um ótimo Luke Garroway!

Turner conseguiu captar o jeito doce que o lobisomem adquire quando está ao lado de Jocelyn (o amor de sua vida) e de Clary (a filha – que não é filha – que tanto ama!) , mas, também, as características marcantes e inteligentes de alguém que está prestes a liderar uma matilha de criaturas das sombras cheias de pelos, garras, presas e com instintos assassinos a flor da pele! Adorei ver esse “mix” de emoções e personalidades que o personagem possui, dentro da atuação de Aidan Turner (até o olhar dele mudava de acordo com o temperamento e nos momentos certos!).

Nos livros, os personagens Simon LewisAlec Lightwood, Isabelle LightwoodMagnus Bane se tornam praticamente inseparáveis e de muita importância para as reviravoltas que Clary e Jace precisam enfrentar. Portanto, são figuras da obra que nenhum fã deveria receber menos do que uma adaptação ótima! E, FELIZMENTE, não nos decepcionaram (principalmente o ator que interpreta o Magnus Bane!)!!!

Os atores Robert Sheehan (Simon)Kevin Zegers (Alec), Jemima West (Isabelle)Godfrey Gao (Magnus) REALMENTE entenderam os seus respectivos personagens e entraram de cabeça no trabalho!

cityofbones1

Era possível ver o lado nerd apaixonado de Simon, sem os tiques constantes de um adolescente incomodado. Sheehan conseguiu se “vestir” e colocar a pele do garoto de uma forma que não víamos o ator e sim o personagem mesmo. Eu não via o ator incomodado no papel ou travado, pelo contrário! Eu via uma interpretação fluída e muito boa, contudo, ainda necessitada de um amadurecimento, assim como no caso da Lily Collins.

Zegers combinou demais no papel de Alec! Os trejeitos incertos de alguém que não ainda não tem a coragem de se assumir, não ficaram nem um pouco exagerados, pois, o meu medo com relação a interpretação desse personagem em específico, era acabar assistindo a uma atuação cheia de jargões e tremeliques, quase que uma paródia do adolescente contemporâneo que deseja “sair do armário”. No entanto, não vi nada disso e me surpreendi com a sensibilidade e sutileza que o ator demonstrou ao atuar, já que ali estava a representação de um assunto muito delicado e cheio de preconceitos. Kevin Zegers ainda tem muito o que crescer dentro da pele de Alec, porém, vejo que a necessidade de tal evolução não será problema, caso queiram continuar com a saga!

No caso de West, pude ver a Isabelle que imaginei nos livros! Uma verdadeira amazona das sombras, pronta para detonar e cortar gargantas, sem perder o charme, a feminilidade ou descer do salto alto! A delicadeza e profissionalismo assassino de Isabelle transbordou pela tela a todo momento! Eu sentia a personagem da obra caminhando, lutando e flertando bem na frente dos meus olhos, dentro de uma boa tela de cinema! Até os defeitos de Isabelle ficaram muito bem representados ali, graças à Jemima West! À atriz, os meus mais sinceros parabéns pelo trabalho!

Agora, quem me surpreendeu positivamente foi o ator Godfrey Gao!! Quando o vi entrar em cena como Magnus Bane, devo dizer que praticamente surtei! Ele realmente compensou (sem parâmetros) a falta de profissionalismo de  Jamie Campbell Bower! Aquele Magnus Bane que vi nas telas estava muito melhor do que eu havia imaginado lendo os livros e, mesmo assim, pude perceber que o ator não fugiu ao figurino e personalidades do personagem! Simplesmente perfeito! Eu realmente lamentei por ele aparecer tão pouco no longa e ter representado uma importância tão ínfima na trama…

cityofbones2

Simplesmente, não tenho palavras para descrever direito a interpretação! Foi mesmo perfeita e isso compensou muita coisa negativa do longa, como, por exemplo, Bower e a forma corrida e “batida” como resolveram desenrolar o enredo… (os efeitos especial do filme estavam “combinando” muito bem com o clima e com a proposta, no entanto, ainda não estavam no auge do que deveriam ser, visto que, se tratava de uma produção cheia de momentos sobrenaturais, batalhas mágicas e pequenas guerras em favor do poder do “bem e do mal”)

E quanto aos demais atores (CCH Pounder, Jared HarrisRobert MailletHope FleuryStephen R. Hart, Harry Van Gorkum Kevin Durand), senti que poderiam ter desenvolvido melhor seus personagens (respectivamente: Madame DorotheaHodge StarkweatherSamuel Blackwell, Clary Fray quando pequena, Brother Jeremiah, AlaricEmil Pangborn), mas, como acabaram não recebendo a devida atenção dentro da trama, provavelmente por causa da forma “the flash” que resolveram fazer a história correr, entendo que não tiveram o espaço necessário para atuarem direito. E como, admito, as atuação não foram ruins, mesmo diante de uma condição de trabalho tão precária e limitada. Aliás… POR QUE, RAIOS, ELES DEIXARAM A HISTÓRIA DE PARABATAIS DE LADO??? Poxa… Não explicaram e nem mencionaram uma única vez o que é e quem é Parabatai de quem! Sendo que isso, é um tópico muito importante dentro do mundo que os personagens vivem!

Bom… Apesar dos pesares, achei que o diretor Harald Zwart fez um bom trabalho ao tentar adaptar o livro de Cassandra Clare. Ainda há muito o que melhorar para poder alcançar o prestígio da saga. E admito que eu espero que continuem gravando filmes da série Instrumentos Mortais, pois, vejo um potencial tão grande quanto (como eu já disse) Harry Potter. Afinal, os livros são fantásticos e cheios de conteúdos prontinhos para serem explorados por gênios da sétima arte! É uma verdadeira pedra bruta que tem potencial para uma linda jóia se for lapidada da forma certa! (e CHEGA de tentar vender filmes à lá Crepúsculo!! Já deu, certo? Deixem que a própria trama do longa se venda sozinha e crie uma imagem!)

cityofbones20


Série Beijada por um Anjo


Autora: Elizabeth Chandler

Eu sei que a maioria, somente pelo título, já deve deduzir que se trata de uma série de livros “água com açúcar”, cheia de romancezinhos açúcares e melados!

Bom… Na verdade, há um romance sim e o título é bem sugestivo quanto a ele. No entanto, não se trata de uma série melosa! Pelo contrário, há suspense, mistério e algumas mortes bem intrigantes..

Digamos que a autoria cria uma trama interessante que lhe envolve do começo ao fim, sempre com aquela vontade louca de descobrir quem é o assassino ou confirmar suas suspeitas!

Além de assassinatos, acontece em paralelo também um caso de amor extremamente complicado que é capaz de mexer com a cabecinha de qualquer leitor, caso pare REALMENTE para pensar no assunto ou se colocar no lugar da protagonista.

A narrativa é leve e fácil de ser lida. Os livros da série são fáceis de serem devorados por qualquer um que se identifique com o gênero e com o enredo!

E caso tenha despertado uma curiosidadezinha por aí, você pode saber mais no site:http://www.beijadaporumanjo.com.br/



et cetera
Amor literário

Resenhas de Livros 📖 💻 📝

Devaneios da Lua

Sobre tudo e ao mesmo tempo nada

Crônicas da Gaveta

Relatos amadores por Blair Pttsn

Sara M. Adelino

Tradutora. Revisora. Redatora.

WILDsound Writing and Film Festival Review

Feature Screenplay, TV Screenplay, Short Screenplay, Novel, Stage Play, Short Story, Poem, Film, Festival and Contest Reviews

Destino Feliz

Seu Blog de Viagens, Roteiros e Experiências

Enquanto houver oxigênio

Respire mais uma vez e tente outra vez

dmaimalopes

A great WordPress.com site

delenaalways

A fine WordPress.com site

evilking.wordpress.com/

Comic Book and related work by Danilo Beyruth

ibooksney

EM ANDAMENTO

My Broken Throat

Até que o medo se desfaça... Um engano do destino

%d blogueiros gostam disto: