World Fabi Books











{julho 29, 2015}   O Destino da Escolha

Você devia ler ” O Destino da Escolha ” no Wattpad. http://w.tt/1Mufhlp

………

Bom….

Para quem ainda não conhece, eis mais uma obra minha (Fabi): O Destino da Escolha!

Este é um projeto antigo, portanto se houver erros, me desculpem, pois ainda não o corrigi…

Bem… Espero que gostem! 🙂

image



Olá, aventureiros e aventureiras!

Hoje, estamos inaugurando uma nova categoria aqui no blog!

Tal categoria será destinada ao colaborador, aventureiro, cuteleiro, audacioso, bike rider, ousado, mountain bike rider, audaz, roller rider, louco e campista Mateus Valente! (se parecer que estamos “puxando o saco” dele, podem ter certeza de que estão certos! hehehe…)

mateus_valente

Com vocês…

O primeiro vídeo do canal do Mateus Valente:

MTB  na Serra do Mursa!!

(uma dica: vejam até o final do vídeo e divirtam-se com um brevíssimo making off!!)



Olá, queridos leitores!

Como foi o final de semana de você?

Espero que tenha sido ótimo!

E…

Para continuar com a mare de boas energias de vocês ou para tirá-los das más, aqui está um post para quem é fã de literatura e curte livros mágicos assim como eu!

A editora Bertrand Brasil (uma filhinha da editora Record) está anunciando a vinda do sétimo volume da série As Aventuras do Caça-Feitiços, do escritor britânico Joseph Delaney!!! Inicialmente, o livro tinha previsão de lançamento entre maio e abril, contudo, a editora avisou que talvez fique para o final deste ano ou para o começo do ano que vem, mas que, com certeza, a obra surgirá em breve no Brasil, afinal, os fãs brasileiros da saga estão ficando LOUCOS pela continuação! Os livros de Delaney fazem um belo sucesso por aí, influenciando muitas cabecinhas jovens (e até mais velhas)!

Inclusive, dizem por aí que essa saga compôs a lista de “influencias” do filme O Aprendiz de Feiticeiro e, agora, está prestes a ganhar uma versão cinematográfica de primeira, o Seventh Son, baseado no primeiro livro da série: O Aprendiz!

 

Filmagens do filme Seventh Son, baseado em O Aprendiz.

Filmagens do filme Seventh Son, baseado em O Aprendiz.

 

Bom…

Para quem não conhece As Aventuras do Caça-feitiço (lá fora originalmente conhecido como The Wardstone Chronicles), posso dizer que é uma série de livros infanto-juvenis de aventura, (sérioooo??) suspense e fantasia escrita por Delaney e publicada no Brasil pela Bertrand.

Basicamente, a história dos livros é sobre um garoto que é o sétimo filho de um sétimo filho, Thomas Ward (ou somente Tom), que possui o dom de ver fantasmas e as chamadas “sombras” (restos tristes de uma alma). Além disso, devido ao seu destino já traçado para o lado sobrenatural, desde “sempre”  Tom fora prometido como sucessor do Caça-Feitiço, uma espécie de guardião que protege a todos de ogros, feiticeiras e fantasmas. Para tanto ele é treinado por um mês pelo até então Caça-feitiço Senhor Gregory.

A série conta com dez livros até o momento: O AprendizA MaldiçãoO SegredoA BatalhaO Erro, O SacrifícioO PesadeloO DestinoEu Sou Grimalkin O Sangue, sendo que em terrinhas nacionais apenas os seis primeiros foram lançados e o sétimo está para sair!

 

caça_feitiços7

Sinopse do livro, oferecida pela Bertrand:

O Caça-Feitiço e seu aprendiz, Thomas Ward, voltaram para o município depois de uma viagem longa e uma dura batalha. Mas seus problemas estão longe de acabar. Suas casas foram destruídas por inimigos. A casa do Caça-Feitiço em ruínas, o bicho-papão protetor fugiu, e as bruxas maliciosos presos nos jardins escaparam.

Primeiro capítulo do livro O Pesadelo: cliquem AQUI!



Strange Angels

 

Autora: Lili St Crow

 

.

.

.

“Meu pai? Um zumbi. Minha mãe? Morreu faz tempo. Eu? Bem… Essa é a parte assustadora.” – trecho da sinopse oficial do livro.

 

 

Strange Angels é o primeiro livro de uma série de mesmo nome. A escritora Lili St Crow começa com uma “vibe” que lembra o empolgante seriado Supernatural. Afinal, ler sobre uma história que tem como personagem principal uma adolescente órfão de mãe, cujo pai caça “monstros” ao redor dos E.U.A. dificilmente não faria os leitores relacionarem com a série.

No entanto, as semelhanças param por aí!

Meu primeiro contato com Strange Angels foi… “Inusitado”! Peguei a edição em português e comecei a esbarrar em atrocidades e assassinatos cruéis da nossa língua! Eu tinha calafrios toda vez que eu lia algo como “” no lugar de “você”. Eu sei que nas minhas conversas pela internet eu uso muito o “vc”, abrevio algumas palavras, uso a letra “k” mais do que eu deveria, contudo, não estou redigindo um livro! São conversas com amigos próximos. Jamais faria tal coisa em uma conversa formal e, principalmente, no momento de escrever uma obra literária que, por ventura, viria a ser publicada e lida por milhares de brasileiros!

O que me acalmou foi perceber que no original não há esse tipo de “gíria”. Meu segundo contato foi com a versão em inglês, a qual me tranqüilizou consideravelmente. Não me considero uma pessoa rigorosa com a língua portuguesa, eu mesma cometo muitos erros esdrúxulos! Contudo, o que eu encontrei na versão brasileira da série, quase me fez sentir uma punhalada no coração a cada “gíriazinha”! Assim sendo, recomendo que os livros de Lili St Crow sejam lidos, se possível, em suas versões originais.

Enfim… Voltando ao enredo…

Dru Anderson, a protagonista da ficção/fantasia, tem 16 anos e – como vocês já devem ter percebido – uma vida muito pouco comum. No começo da história, Dru se mostra descontente com a vida de “mudar de cidade constantemente” e “ser sempre a garota nova”.

Além de ter perdido a mãe muito cedo, Dru também perdeu sua avó, que a criou depois da morte de sua mãe. Isso faz com que ela valorize muito a presença do seu pai e seja muito ligada a ele. O que acaba sendo um grande problema, pois ele vive arriscando a própria vida durante a caça seres do chamado Mundo Real – são djamphirs, zumbis, lupinos, etc – sempre em busca do assassino da esposa. De vez em quando, seu pai a leva para ajudar, já que Dru tem o que a avó chamava de “o toque”, uma sensibilidade mais aguçada ao sobrenatural, um dom que a ajuda sentir presenças do mal.

Mas, Dru se vê sozinha, quando, em uma noite, o seu pai volta “diferente” de uma caçada, situação que a obriga a exterminá-lo com as próprias mãos. Embora eu ache que o que realmente a perturbou foi a forma como ela descobriu que seu pai estava morto.

Só no mundo e com um milhão de perguntas na cabeça, ou melhor, desamparada numa cidade estranha com um monstro poderoso o suficiente para transformar o seu pai, Dru conhece o “gótico-asiático” Graves, que se mostra um bom amigo mesmo quando sua própria vida está em risco.

Além do mais, diga-se de passagem, risco é o que não falta nesse livro! Dru, Graves e um djamphir (que logo irei mencionar aqui) vivem em constante estado de alerta, estão sempre esperando a próxima tragédia que irá acontecer.

Aliás, o que eu acho cômico na personagem Dru é o fato de Crow a ter criado como uma “heroína inicialmente relapsa”. Ela vai desenvolvendo o seu “caráter de justiceira e/ou guerreira”, ele não surge apenas num virar de páginas. Por exemplo… Há uma criatura do mal, totalmente bizarra atrás dela? Dru não a encara de peito aberto, pelo contrário, no começo ela treme de medo. O mundo está acabando? Ela, simplesmente, sente a incontrolável vontade de fazer xixi!

Dru passa quase o livro todo tentando se salvar e, ao mesmo tempo, buscando o mistério por trás do que aconteceu com seu pai e, consequentemente, com sua mãe também. Afinal, se estavam atrás dele é possível que estejam atrás dela, não é? E nessa jornada perigosa em busca de respostas temos o prazer de encontrar Christophe, um misterioso e lindo djamphir (aquele que eu disse que logo iria mencionar). Christophe se torna uma espécie de anjo da guarda enigmático. Para a infelicidade de muitas leitoras, ele aparece pouquíssimo nesse livro, porém, em minha opinião, esse djamphir possui uma grande importância para a história.

A história se desenvolve num ritmo médio, quase devagar. A autora passa muito tempo repetindo que Dru queria um adulto que comandasse a situação, pois não sabe o que fazer. Mas, como já disse, ela é uma boa protagonista.

Os outros personagens do livro: Graves e Christophe, dão um certo balanço na personalidade e nas aventuras de Dru. A ligação que eles desenvolvem ao longo do livro, principalmente entre a garota e o gótico, é muito crível e envolvente.

A mitologia que Lili St. Crow criou/pegou emprestada para o livro coube como uma luva para os personagens e situações que vão aparecendo. Ou seria o oposto?

Pode-se dizer que a ideia de Crow para o enredo chega a ser original, pois não é comum de se ler autores populares que utilizam criaturas e contos do Folclore do Leste Europeu ainda não explorados.

O que, aparentemente estragou uma ou outra surpresa durante a leitura, foram algumas notas do tradutor que explica mais do que deveria, já que é obvia a intenção da autora em deixar os leitores confusos para depois esclarecer o enigma mais à frente no enredo, o que pode interferir no bom andamento do livro.

No geral, Strange Angels é um bom livro, não é nada surpreendente de início. Mesmo com toda a ação e de uma protagonista “real”, o Strange Angels é uma obra extremamente introdutória à série. No entanto, da metade para o final a história ganha ritmo e fica bem mais interessante. Portanto, para quem gosta de um enredo sobrenatural com muita ação e nada de vampirinhos fofinhos que brilham, Strange Angels é uma ótima dica!

 

 

 

 

 

 

 



{março 30, 2012}   Resultado da Enquete dos livros!

Bom…

Desculpem-me a demora em passar o resultado. É que quatro livros empataram em primeiro lugar e eu fiquei cogitando – entre um tempo livre e outro – o que fazer.

Resolvi que não abrirei outra enquete!

São fáceis de se fazer, porém chatas…

Portanto, irei postar trechos semanais de cada um dos livros empatados!

Assim sendo, espero poder analisar, através do número de visualizações, qual está conquistando mais o público!

Vejam aqui a ordem e o dia em que serão postadas as partes de cada uma das obras.

 

 

As Guardiãs da Fênix – O Começo  >> Postagem toda segunda-feira >> A partir do dia 02/04/2012
Conto de Dragões >> Postagem toda terça-feira >> A partir do dia 03/04/2012
O Destino da Escolha >> Postagem toda quarta-feira >> A partir do dia 04/04/2012
Uma Vida de Herói >> Postagem toda quinta-feira >> A partir do dia 05/04/2012

 

 

Lembrando que podem surgir imprevistos no meio do caminho e as publicações atrasarem um pouco. Mas, quando isso ocorrer, prometo avisar!

Além disso, caso um de meus livros vá ser publicado, eu os informarei, para que saibam que as postagens do mesmo estarão fadadas a terminar…

Acho que é isso!

 

 

 

 

 

 



STEPHEN KING

Stephen King

Stephen Edwin King nasceu em Portland, no dia 21 de setembro de 1947. Ele é um escritor americano, reconhecido como um dos mais notáveis escritores de contos de horror fantástico e ficção de sua geração.

Seus livros foram publicados em mais de 40 países e muitas das suas obras foram adaptadas para o cinema.

Embora seu talento se destaque na literatura de terror/horror, escreveu algumas obras de qualidade reconhecida fora desse gênero e cuja popularidade aumentou ao serem levadas ao cinema.

King vendeu inúmeras histórias curtas para revistas antes de ter seu primeiro grande romance (“Carrie, a Estranha”) publicado pela Doubleday em 1973, dando início a uma carreira de sucesso que durou por décadas.

Assim que os seus livros começaram a fazer sucesso, como “Christine” e “A Espera de um Milagre” (“The Green Mile”), Hollywood clamou pela oportunidade de transformar os best-sellers em ouro nas bilheterias. Mais de 50 histórias de Stephen King já foram gravadas para o cinema ou para a TV, e não há indícios de que isso vá acabar.

Alguns de seus livros, na minha opinião, são verdadeiros clássicos do terror psicológico, como por exemplo: “O Iluminado” , “Rose Madder”, “A Névoa” e “Jogo Perigoso”.

No entanto, por mais que eu o idolatre, sei que King também desliza de vez em quando e nessas ocasiões escreve livros de menor qualidade, como: “O Nevoeiro” e “O Apanhador de Sonhos”.

Voltando á história de vida do escritor, quando Stephen King tinha apenas dois anos, seu pai, Donald Edwin King, abandonou a família. Sua mãe, Nellie Ruth Pillsbury, o criou sozinha, assim como o seu irmão mais velho adotivo David. Foram muitas as vezes em que passaram por graves dificuldades financeiras.

Ainda criança, testemunhou um acidente horrível: um de seus amigos ficou preso em uma ferrovia e foi atropelado por um trem. Muitas pessoas falam que isso inspirou seu lado negro e suas criações perturbadoras, mas o próprio autor descarta essa idéia. (texto lido no site do Wikipédia)

O primeiro livro que King escreveu, como já mencionei, foi Carrie, a Estranha”, um livro que, a meu ver, deixa nítido o escritor fantástico que ele é!

Por isso, farei uma breve lista de livros, filmes (para cinema e TV) baseados em suas obras, para que tenham uma breve noção do quanto uma mente criativa pode criar!

Adaptações

Cinema

  • 1976 – Carrie
  • 1979 – Os Vampiros de Salem (Salem’s Lot)
  • 1980 – O Iluminado
  • 1982 – Creepshow
  • 1983 – Cujo
  • 1983 – Na Hora da Zona Morta
  • 1983 – Christine, O Carro Assassino
  • 1984 – A Colheita Maldita (Children Of The Corn)
  • 1984 – O Poder do Fogo
  • 1985 – A Força do Mal
  • 1985 – O Segredo da Bala de Prata
  • 1986 – Comboio do Terror
  • 1986 – Conta Comigo
  • 1987 – O Sobrevivente
  • 1989 – Cemitério Maldito
  • 1990 – Contos da Escuridão
  • 1990 – A Criatura do Cemitério
  • 1990 – Misery, O Último Capítulo
  • 1991 – Jovem Outra Vez
  • 1991 – Às Vezes Eles Voltam
  • 1992 – O Passageiro do Futuro
  • 1992 – Sonâmbulos
  • 1993 – A Face Oculta
  • 1993 – Os Estranhos
  • 1993 – Trocas Macabras
  • 1994 – Um Sonho de Liberdade
  • 1995 – Mangler
  • 1995 – Fenda no Tempo
  • 1995 – Eclipse Total
  • 1996 – A Maldição
  • 1997 – Vôo Noturno
  • 1997 – A Maldição de Quicksilver
  • 1998 – O Aprendiz
  • 1999 – À Espera de um Milagre
  • 2001 – Lembranças de um Verão
  • 2003 – O Apanhador de Sonhos
  • 2004 – A Janela Secreta
  • 2004 – Boleia Arriscada
  • 2006 – Desespero
  • 2007 – 1408
  • 2007 – The Mist: Nevoeiro Misterioso
  • 2009 – Sede de Vingança

Minisséries

  • 1979 – Os Vampiros de Salem
  • 1990 – It: Uma Obra-Prima do Medo
  • 1994 – A Dança da Morte
  • 1995 – Fenda no Tempo
  • 1999 – A Tempestade do Século
  • 2002 – Rose Red: A Casa Adormecida

Séries

  • 2002 a 2007 – O Vidente (Baseado no livro “A Zona Morta”) – A Série teve 6 temporadas
  • 2006 – Pesadelos e Paisagens Noturnas
  • 2010 – Haven (Baseado no livro “The Colorado Kid”) – A 2º temporada foi confirmada para 2011

Contos Adaptados em Diversas Séries

  • 1984 – Contos da Escuridão – 1ª Temporada – Episódio 08: The Word Processor of the Gods (Adaptação do Conto “O Processador de Palavras dos Deuses (do livro Tripulação de Esqueletos)
  • 1986 – Além da Imaginação – 1ª Temporada – Episódio 18: Gramma (Adaptação do Conto “Vovó” (do livro ‘Tripulação de Esqueletos)
  • 1987 – Contos da Escuridão – 4ª Temporada – Episódio 09: Sorry, Right Number (Adaptação do Conto “Desculpe,Número Certo” (do livro Pesadelos e Paisagens Noturnas)
  • 1991 – Monsters – 3ª Temporada – Episódio 24: The Moving Finger (Adaptação do Conto “O Dedo Semovente” (do livro Pesadelos e Paisagens Noturnas
  • 1997 – Quinta Dimensão – 3ª Temporada – Episódio 15: Revelations of Becka Paulson (Adaptação de um Conto nunca publicado)

Continuações

  • 1987 – Creepshow II: Arrepios do Medo (1987)
  • 1987 – O Retorno à Salem’s Lot (1987)
  • 1992 – Colheita Maldita II: O Sacrifício Final (1992)
  • 1992 – Cemitério Maldito II (1992)
  • 1995 – Colheita Maldita III: Colheita Urbana (1995)
  • 1996 – O Passageiro do Futuro 2 (1996)
  • 1996 – Às Vezes Eles Voltam 2 (1996)
  • 1996 – Colheita Maldita IV (1996)
  • 1997 – Trucks: Comboio do Terror (1997)
  • 1998 – Colheita Maldita V: Campos do Terror (1998)
  • 1998 – Às Vezes Eles Voltam… Para Sempre! (1998)
  • 1999 – A Maldição de Carrie (1999)
  • 1999 – Colheita Maldita 666: Isaac Está de Volta (1999)
  • 2001 – Children of the Corn: Revelation (2001)
  • 2001 – Pânico Virtual (Continuação de “Mangler: O Grito do Terror”)
  • 2002 – Vingança em Chamas (“Continuação de “A Incendiária”)
  • 2005 – Mangler: O Massacre (2005)

Remakes

  • 2002 – Carrie
  • 2009 – Colheita Maldita

Remakes de Minisséries

  • 2004 – A Mansão Marsten (Remake de “Os Vampiros de Salem”)

Outros

  • 1997 – Ghosts (Ideia original de Stephen King,mas que a história não consta em seus livros)
  • 2003 – The Diary of Ellen Rimbauer (Prólogo de “Rose Red:A Casa Adormecida”)
  • 2006 – Forças do Mal (Mais uma Continuação de Creepshow,mas não tem qualquer envolvimento na obra de Stephen King)

Séries escritas por King

  • 2004 – Kingdom Hospital

Livros

Ficção

  • 1974 – Carrie, a Estranha (Carrie)
  • 1975 – A Hora do Vampiro (Salem’s Lot)
  • 1977 – O Iluminado (The Shining)
  • 1978 – A Dança da Morte (The Stand)
  • 1979 – A Zona Morta (The Dead Zone)
  • 1980 – A Incendiária (Firestarter)
  • 1981 – Cão Raivoso (Cujo)
  • 1983 – Christine (Christine)
  • 1983 – O Cemitério (Pet Sematary)
  • 1983 – A Hora do Lobisomem (Cycle of the Werewolf)
  • 1984 – O Talismã (The Talisman, escrito co)
  • 1985 – Tripulação de Esqueletos (Skeleton Crew)
  • 1986 – A Coisa (It)
  • 1987 – Os Olhos do Dragão (The Eyes of the Dragon)
  • 1987 – Angústia (Misery)
  • 1987 – Os Estranhos (The Tommyknockers)
  • 1989 – A Metade Negra (The Dark Half)
  • 1990 – A Dança da Morte (expandida) (The Stand: The Complete & Uncut Edition)
  • 1991 – Trocas Macabras (Needful Things)
  • 1992 – Jogo Perigoso (Gerald’s Game)
  • 1992 – Eclipse Total (Dolores Claiborne)
  • 1994 – Insônia (Insomnia)
  • 1995 – Rose Madder (Rose Madder)
  • 1996 – À Espera de Um Milagre (The Green Mile)
  • 1996 – Desespero (Desperation)
  • 1998 – Saco de Ossos (Bag of bones)
  • 1999 – A Tempestade do Século
  • 1999 – The Girl Who Loved Tom Gordon (não publicado no Brasil))
  • 2000 – Riding the Bullet (não publicado no Brasil)
  • 2001 – O Apanhador de Sonhos (Dreamcatcher)
  • 2001 – A Casa Negra (Black House, escrito com Peter Straub)
  • 2002 – Buick 8 (From a Buick 8)
  • 2005 – O Rapaz do Colorado
  • 2006 – Celular (Cell)
  • 2006 – LOVE: A História de Lisey (Lisey’s Story)
  • 2008 – Duma Key (Duma Key)
  • 2009 – Under the Dome
  • 2010 – Blockade Billy

Não ficção

  • 1981 – Dança Macabra (Danse Macabre)
  • 1988 – Nightmares in the Sky: Gargoyles and Grotesques
  • 2000 – On Writing
  • 2000 – Secret Window, Secret Garden
  • 2005 – Faithful: Two Diehard Boston Red Sox Fans Chronicle the Historic 2004 Season

Contos

  • 1978 – Sombras da Noite (Night Shift)
  • 1982 – Quatro Estações (Different Seasons)
  • 1985 – Tripulação de Esqueletos (Skeleton crew)
  • 1990 – Depois da Meia-noite (Four Past Midnight)
  • 1993 – Pesadelos e Paisagens Noturnas I e II (Nightmares & Dreamscapes)
  • 1997 – Six Stories
  • 1999 – Corações Perdidos da Atlântida
  • 2002 – Tudo é Eventual (Everything is eventual: 14 Dark Tales)
  • 2008 – Just After Sunset

Sob o pseudônimo de Richard Bachman

  • 1977 – Fúria/Raiva (Rage)
  • 1979 – A Longa Marcha/Caminhada da Morte (The Long Walk)
  • 1981 – A Auto-Estrada (Roadwork)
  • 1982 – O Concorrente (The Running Man)
  • 1984 – A Maldição do Cigano (Thinner)
  • 1985 – Os Livros de Bachman (The Bachman Books)
  • 1996 – Justiceiros (The Regulators)
  • 2007 – Blaze

Apesar de todas essa coletânea de textos e palavra ser fantástica (assim como outras que eu possa ter esquecido de colocar aqui) e por ele considerado por muitos como um dos mestres do horror e um dos autores “mais adaptados” para o cinema e para a televisão, nenhuma delas, creio eu, será a obra que o torna um “Mestre” diante do olhar de inúmeros fãs!

A obra que, assim como J. R. R. Tolkien, Stephen King demorou quase a vida toda para escrever, foi a série: A Torre Negra” (essa série, na minha opinião, possui os melhores livros que King já escreveu em toda a sua carreira de escritor e, até mesmo, de roteirista).

Série A Torre Negra (The Dark Tower)

Grande parte da obra de Stephen King se encontra reflexada na sua opus magnus: A Torre Negra, uma saga de sete volumes.

  • 1982 – A Torre Negra Vol. I – O Pistoleiro (publicado originalmente como cinco histórias separadas entre 1978 e 1981; edição revista e expandida publicada em 2003) (The Gunsliger)
  • 1987 – A Torre Negra Vol. II – A Escolha dos Três (The Drawing of the Three)
  • 1991 – A Torre Negra Vol. III – As Terras Devastadas (The Waste Lands)
  • 1997 – A Torre Negra Vol. IV – Mago e Vidro (Wizard and Glass)
  • 2003 – A Torre Negra Vol. V – Lobos de Calla (2003; originalmente anunciado com o título A Sombra Rastejante) – (Wolves of the Calla)
  • 2004 – A Torre Negra Vol. VI – Canção de Susannah (Song of Susannah)
  • 2004 – A Torre Negra Vol. VII – A Torre Negra (The Dark Tower)

Sendo que King voltou com tudo: “A Torre Negra”, “Cemitério Maldito” e “A Dança da Morte” em breve ganharão novas adaptações nas telonas. Portanto, os fãs do escritor Stephen King já podem comemorar.

A Universal acaba de anunciar que comprou os direitos de produzir mais três filmes, além de séries para a TV, baseados na série de livros “A Torre Negra”. A obra já vendeu mais de 30 milhões de exemplares em 40 países, inclusive, o Brasil.

E para quem estava curioso para saber por onde eles começarão, o estúdio já escalou Ron Howard (diretor de “Uma Mente Brilhante”) para pilota o primeiro filme e a primeira temporada do seriado, que serão roteirizados por Akiva Goldsman (que trabalhou no filme “O Código Da Vinci”).

O autor mostrou-se bastante animado com o fechamento do negócio. “Eu estava esperando pela equipe certa para levar os personagens e as histórias destes livros para a TV e o cinema”, disse King.

Já o roteirista não deixou por menos e sentenciou sobre a possibilidade de “traduzir” as linhas: “Ao contar a história através de muitas horas, temos a melhor chance de ser o mais fiel possível a obra e estamos muito animados com esta oportunidade.

O mundo de “A Torre Negra”é muito rico em detalhes e conectado”. Agora, é começar a contagem regressiva e torcer para que o trabalho seja bem sucedido e chegue logo nos cinemas.

“A Torre Negra”

Série "A Torre Negra"

Bom, como são sete livros (como pudemos ver na lista acima) fica quase impossível fazer um resumo da obra inteira aqui, visto que já me prolonguei demais neste post!

Portanto, vou apenas contar o básico, o que já pode instigar muitos a começar a ler esta fabulosa obra!

Os livros que contam a história e as desgraças do último da linhagem dos Pistoleiros, Roland Deschain.

A série foi inspirada no poema de Robert Browning Child Roland a Torre Negra Chegoue também em J. R. R. Tolkien. Cheia de referências à cultura pop e lendas arturianas e do velho faroeste, “A Torre Negra” mistura ficção científica, fantasia e terror numa narrativa que forma um verdadeiro mosaico da cultura popular contemporânea.

A história destes livros e o enredo utilizado por King tornam esta literatura de fantasia uma das obras mais incríveis que eu já li!! Além de ter como figura dramática principal o maior personagem de ficcão que eu já vi: Roland Deschain, o qual chega a encantar e assustar. Ele é capaz de despertar inúmeros sentimentos e sensações durante a leitura dos sete livros! É simplesmente impressionante e apaixonante!

A história simplesmente reúne o melhor de Stephen Kingcomo escritor e como contador de história. Você se surpreende do início ao fim, tem ótimos momentos hilariantes, drama, romance, terror puro e muita tensão.

Eu tenho certeza absoluta que você não irá se arrepender e também que Roland, Eddie, Susannah, Jake e Oi entrarão para a lista de seus personagens favoritos. Assim como eles entraram para a minha e continuam povoando meus sonhos (mesmo depois de ter terminado de ler a série há aproximadamente três anos! É claro que eu sempre releio… Já reli três vezes a série, contudo, isso mostra o quão viciantes esses personagens e o enredo destes sete livros podem ser!).

E aqui vão algumas frases dos personagens que creio ser as melhores (claro que existem muitas mais, porém, são estas que me vêm a memória agora):

  • “Eu não miro com a mão. Aquele que mira com a mão esqueceu o rosto de seu pai. Eu miro com o olho. / Eu não atiro com a mão. Aquele que atira com a mão esqueceu o rosto de seu pai. Eu atiro com a mente. / Eu não mato com a arma. Aquele que mata com a arma esqueceu o rosto de seu pai. Eu mato com o coração!”– Mantra dos Pistoleiros
  • “Longos dias e belas noites” – Cumprimento no Mundo Médio
  • “Vá então! Há outros mundos além deste!” – Jake
  • “Nem tudo é silêncio no salão dos mortos!” – Roland
  • “Primeiro vem os sorrisos, depois as mentiras, por último o tiroteio.” – Roland
  • “Somos ka-tet, somos um feito de muitos” – Roland
  • “Convencer não é conosco. Nosso negócio é chumbo.” – Roland
  • “Você está certo! Mas pelos motivos errados! E isso faz com que você esteja totalmente errado!” – Cuthbert
  • “‘Se’… uma palavra de 1000 sílabas” – Cort
  • “Uma criança só sabe o que é um martelo quando faz o seu próprio dedo de prego” – Cort
  • “Deus me conceda a SERENIDADE para aceitar o que não poço mudar, a TENACIDADE para mudar o que posso e a BOA SORTE para não fuder tudo com muita frequência.”- Père Callahan
  • “Pássaro e Urso, Lebre e Peixe, dê ao meu amor o que ele mais deseja!” – Roland

O Homem de Preto corria pelo deserto e o pistoleiro ia atrás…



et cetera
Amor literário

Resenhas de Livros

Devaneios da Lua

Sobre tudo e ao mesmo tempo nada

Crônicas da Gaveta

Relatos amadores por @Cardisplicente

Sara M. Adelino

Tradutora. Revisora. Redatora.

WILDsound Festival

Weekly Film Festival in Toronto & Los Angeles. Weekly screenplay & story readings performed by professional actors.

Destino Feliz

Seu Blog de Viagens, Roteiros e Experiências

dmaimalopes

A great WordPress.com site

delenaalways

A fine WordPress.com site

evilking.wordpress.com/

Comic Book and related work by Danilo Beyruth

ibooksney

EM ANDAMENTO

My Broken Throat

Até que o medo se desfaça... Um engano do destino

nicoleravinos

"Um dia sem sorrir é um dia desperdiçado"

Action Nerds

Bonecos, tirinhas e nerdices. Aqui você encontra tudo isso!

%d blogueiros gostam disto: