World Fabi Books











halloween_book

Olááá, vivos e desencarnados!

Como estão nossos queridos leitores e nossas adoradas leitoras nesse dia de festividades macabras?

O WorldFabiBooks preparou para vocês um Especial de Halloween com alguns livrinhos interessantes para lerem ou relerem nesse período sombrio!

Esperamos que gostem…

Uma boa pedida é sempre começar com escritores, cuja reputação é pautada em obras de terror e suspense, ou seja, com enredos sempre regados com loucura, sangue, criaturas sombrias e finais delirantes!

Portanto, seria interessante ler livros da fantástica…

Anne Rice

Anne_Rice1

E para orientá-los melhor, aqui estão algumas obras da escritora norte-americana:

  • Série Crônicas Vampirescas: Entrevista com o Vampiro; O Vampiro Lestat; A Rainha dos Condenados; A História do Ladrão de Corpos, Memnoch; O Vampiro Armand; Merrick; Sangue e Ouro; Fazenda Blackwood e Cântico de Sangue.
  • Série Novos Contos de Vampiros: Pandora e Vittorio, o Vampiro.
  • Série Bruxas Mayfair: A Hora das Bruxas I; A Hora das Bruxas II; Lasher e Taltos.
  • Série Songs of the Seraphim: Tempo dos Anjos e De Amor e Maldade.
  • Romances únicos: A Festa de Todos os Santos; Chore para o Céu; A Múmia ou Ramsés, o Maldito; O Servo dos Ossos e Violin
  • Conto: ela possui vários, mas, um que fez sucessinho por aqui foi o O Senhor de Rampling Gate, publicado no Brasil no livro “Os 13 Melhores Contos de Vampiros”, de Flávio Moreira da Costa.

E muitooooos outros títulos!! O que não faltam (ainda bem) são livros da Anne Rice por aí, prontinhos e totalmente disponíveis!!

O próximo da lista é um escritor mundialmente conhecido, que possui inúmeras obras de terror e suspense pelo mundo, sem mencionar filmes e seriados baseados em seus textos. Esse escritor já tirou o sono de muita gente e, portanto, nós altamente recomendamos que leiam qualquer livro dele, o macabro…

Stephen King

stephen-king1

E aqui vão algumas dicas de livros desse escritor norte-americano que vocês podem ler:

  • Ficção: Carrie, a Estranha;Salem; O Iluminado; A Dança da Morte; A Zona Morta; A Incendiária; Cão Raivoso; Christine; Cemitério Maldito;A Hora do Lobisomem; A Maldição; O Talismã (escrito com Peter Straub); A Coisa; Os Olhos do Dragão; Angústia; Os Estranhos; A Metade Negra; Trocas Macabras; Jogo Perigoso (ou o Jogo de Gerald); Eclipse Total; Insônia; Rose Madder; À Espera de um Milagre; Desespero; Saco de Ossos; A Tempestade do Século; O Apanhador de Sonhos; A Casa Negra (escrito com Peter Straub); Buick 8; O Rapaz do Colorado; Celular; LOVE: A História de Lisey; A Névoa; Duma Key; Sob a Redoma; Blockade Billy; 11/22/63; Joyland e Doctor Sleep.
  • Não ficção: Dança Macabra; Janela Secreta;Nightmares in the Sky: Gargoyles and Grotesques
  • Contos: Sombras da Noite; Quatro Estações; Tripulação de Esqueletos; Depois da Meia-noite; Pesadelos e Paisagens Noturnas I; Pesadelos e Paisagens Noturnas II; Six Stories; Corações na Atlântida; Tudo é Eventual e Ao Cair da Noite.
  • Serie A Torre Negra: O Pistoleiro; A Escolha dos Três; As Terras Devastadas; Mago e Vidro; Lobos de Calla; Canção de Susannah; A Torre Negra e O Vento pela Fechadura.
  • Sob o pseudônimo de Richard Bachman: A Auto-Estrada; O Concorrente; A Maldição do Cigano; Os Livros de Bachman; Justiceiros e Blaze.

E mais um monte de títulos pelo mundo, pois, o Stephen King é como uma máquina de escrever que está sempre ligada: tem sempre um texto novo saindo!

A seguir, vamos falar do incrível escritor responsável pelo aclamado Sandman e, mais recentemente, por O Oceano no Fim do Caminho, o formidável…

Neil Gaiman

neil-gaiman1

Algumas das obras que podemos indicar desse escritor norte-americano, são:

  • Romances e Contos: Good Omens; Lugar Nenhum; Fumaça e Espelhos; The Day I Swapped My Dad for Two Goldfish; Stardust; Deuses Americanos; Coraline; The Wolves in the Walls; Melinda; Os Filhos de Anansi; Coisas Frágeis I; Coisas Frágeis II; M is for Magic; InterWorld; Odd e os Gigantes de Gelo; The Dangerous Alphabet; Livro do Cemitério; Blueberry Girl; Crazy Hair; Instructions; Fortunately, the Milk; O Oceano no Fim do Caminho e The Silver Dream.
  • HQ’s: Sandman: Prelúdios e noturnos; Sandman: A casa de bonecas; Sandman: Terra dos sonhos; Sandman: Estação das brumas; Sandman: Espelhos distantes; Sandman: Um jogo de Você; Sandman: Convergência; Sandman: Vidas breves; Sandman: Fim dos mundos; Sandman: Entes queridos; Sandman: Despertar; Sandman: Exílio; Sandman: A tempestade (75); Sandman: Sonho de uma Noite de Verâo; Violent Cases; Orquídea Negra; Mr. Punch; Livros da Magia; Sandman: Os Caçadores de Sonhos; Morte: A Festa Em uma homenagem a Gaiman; Morte: O Preço da Vida A cada século; Morte: O Grande Momento da Vida; Capas na areia; Noites Sem Fim; A Lenda da Chama Verde e Mister Lo.

E além destes títulos, podemos encontrar muitos outros trabalhos de Neil Gaiman pelo mundo, desde livros e HQ’s, até seriados e filmes!

Agora, vamos dar dicas de obras de um escritor conterrâneo. Ele é um ótimo autor que já conquistou milhares de leitores pelo Brasil e, agora, também começou a ter uma legião de fãs fora de nossas fronteiras! Com vocês, o sanguinário…

 

André Vianco

andré-vianco1

As obras que vamos indicar deste escritor brasileiro, são:

  • Romances: O Senhor da Chuva; Os Sete; Sétimo; Sementes no Gelo; A Casa; Vampiro Rei I: Bento; Vampiro Rei II:A bruxa Tereza; Vampiro Rei III: Cantarzo; O Turno da Noite I: Os Filhos de Setimo; O Turno da Noite II: Revelações; O Turno da Noite III: O Livro de Jó; O Caminho do Poço das Lágrimas; O Caso Laura e A Noite Maldita – Crônicas do Fim do Mundo.
  • Graphic Novels:Vampiros do Rio Douro I; Vampiros do Rio Douro II e Turno da Noite: Escuridão Eterna.

Felizmente para nós, o André Vianco não pretende parar de escrever e, por isso, continuaremos a ver e ler suas obras por um bom tempo!

Há outro escritor, ou melhor, há outros dois escritores de nossas terras que está esperando para aparecer nesta lista! Eles já conquistaram milhares de fãs dentro e fora do Brasil e possuem uma forma bem singular e única de escrever. Lhes apresento o casal fantástico…

 

Raphael Draccon & Carolina Munhóz

raphael-draccon-e-carolina-munhoz

Os livros desses dois que nós vamos indicar (se preparem), são:

  • Draccon: Dragões de Éter: Caçadores de Bruxas; Dragões de Éter: Corações de Neve; Dragões de Éter: Círculos de Chuva; Fios de Prata: Recosntruindo Sandman e Espíritos de Gelo.
  • Munhóz: A Fada; O Inverno das Fadas e Feérica.

Apesar de nem todas as obras terem sua parte “sombria”, acreditamos que os livros de Raphael Draccon e Carolina Munhóz valha muito a pena ler, principalmente no halloween, quando a magia corre solta ao lado do terror!

E mais um escritor para encerrar nossa seção de autores deste post! Ele possui livros impressionantes, sendo que cada obra varia o tema, nunca o repetindo até o momento. Agora, vos falo sobre o inteligente…

 

Nelson Magrini

nelson-magrini

As obras que vocês precisam ler desse escritor, são:

  • Obras: Anjo – A Face do Mal; Anjo – A Face do Mal II: Ceifadores; Relâmpagos de Sangue; Os Guardiões do Tempo
  • Contos: Em Nome da Fé, na antologia Anjos Rebeldes; Isabella, na antologia Amor Vampiro.

E esse escritor não para de atuar e escrever, portanto, para nossa felicidade, não deixaremos de ver, por um bom tempo, Nelson Magrini em eventos e nas prateleiras!

.

.

.

 

Agora, para finalizar este post aterrorizante, deixamos para vocês uma grande, porém de coração, lista de livros para ler no Dia das Bruxas ou quando desejarem!! (nem todos os livros são assustadores, muitos são para aqueles “fracos de coração”, mas que amam magia e uma ótima leitura!!)

 

Lista de livros para o Halloween

halloween_livros



Os últimos Soldados da Guerra Fria

 

 

Autor: Fernando Morais

.

.

.

Já na contracapa do livro, encontramos o seguinte texto:

“Organizações criminosas internacionais, aventuras mirabolantes, disfarces perfeitos, conquistas amorosas, agentes secretos em ações temerárias: este livro traz todos os elementos de suspense de um romance de espionagem — mas não contém uma só gota de ficção. É tudo verdade, nos mínimos e, eventualmente, aterradores detalhes.

A sensação de que lemos um romance vem não somente da história extraordinária, mas sobretudo da hábil narração do autor, que desvela, com maestria digna dos melhores ficcionistas e máximo compromisso jornalistico na apresentação dos fatos, uma trama transbordante de eventos jamais revelados pela imprensa.

A semelhança com James Bond, porém, não vai longe: há charme nem riqueza, mas a vida dura e pobre de homens que se dedicam à sua missão ante todo tipo de adverdidades. Uma história narrada com objetividade rigorosa, para ler de um fôlego.”

Aos leitores assíduos e apreciadores de tal gênero literário, essa introdução já não gera um comichão e uma crescente curiosidade para descobrir os segredos expostos no livro?

Pois bem… Ao menos foi assim que eu fiquei!

Sou suspeita para falar sobre Fernando Morais, o autor do livro, pois simplesmente adoro a escrita e os tipos de abordagem que o escritor elabora! No entanto, prometo não ser pretensiosa demais para o lado dele.

Os últimos soldados da Guerra Fria possui 396 páginas e sua primeira edição foi publicada pela editora Companhia das Letras em 2011, contudo, esses nãos são os dados mais importantes da obra! O sugestivo título já deixa entrever que se trata de dados, informações e suspeitas todos gerados dentro do clima conspiratório cheio de tramas e maquinação que a histórica Guerra Fria possuía.

Há espionagem e contra-espionagem, intrigas, história de vidas impressionantes, máscaras e desfechos mais do que surpreendentes. O amor e a amizade deveriam superar obstáculos, mas, nesse caso, o livro mostra que tudo é realizado para um objetivo maior! E qual seria esse?

O enredo é tecido envolvendo a Guerra Fria, porém a obra não retrata a já extinta União Soviética. O texto se enriquece com o sotaque espanhol e passa longe da frieza russa. A trama acontece entre dois países separados apenas por 130 km de água: E.U.A. e Cuba.

Recrutados para deter atentados terroristas orquestrados por dissidentes de Miami contra Havana, 14 cubanos passaram anos e anos infiltrados em organizações de extrema direita na Flórida.

E se você está com os filmes de 007 na cabeça, pode ir desfazendo essa imagem! Afinal, de nada tais cubanos têm do charmoso e letal agente britânico. Pelo contrário! Os 14 são paupérrimos e ganham a vida fazendo bicos em Little Havana, o bairro cubano de Miami. As condições do país se refletem na vida de seus agentes.

E coloco aqui uma citação que achei interessante, a respeito de como o autor teve a fantástica ideia de discorrer sobre tais espiões: “Se Truman Capote teve a ideia para A sangue frio ao ler uma nota de rodapé no New York TimesFernando Morais escutou no rádio, em 1998, a notícia que lhe renderia anos e anos de trabalho. O livro trata da prisão de cubanos nos Estados Unidos, acusados de espionagem. A acusação era verdadeira e a história por trás deste episódio, fantástica”.

As primeiras cem páginas do livro são contadas em alta voltagem, em reviravoltas à altura dos bons romances de Graham Greene, escritor que ficou mundialmente conhecido por seus romances que tiveram como tema ou pano de fundo a espionagem.

Assim como em um romance, o leitor vai montando as peças da história aos poucos, sem muita certeza de nada até que o quebra-cabeça vá ganhando forma e corpo. Mesmo se tratando de um relato histórico,  guiado pelos fatos, o livro consegue envolver o leitor no sentimento de uma aventura policial, carregada de espiões e mistérios (aos poucos solucionados e expostos).

Entre uma explosão e outra, um segredo e uma atividade de alto risco, Fernando Morais construiu um “trhiller político” que, como costumam dizer as orelhas de best-sellers, “prendem” o leitor.

A obra também reconstitui fatos importantes como as diversas crises migratórias sofridas por Cuba, os acordos com os E.U.A. para que cubanos deixassem a Ilha e o caso Elián, o garoto de sete anos que sobreviveu a um naufrágio quando ia, de bote, com sua mãe e outros cubanos para Miami. Outros personagens, como o Prêmio Nobel de Literatura Gabriel García Márquez, que atuou como pombo correio de Fidel Castro e Bill Clinton, recheiam o enredo.

Fernando Morais, sem dúvida, é um caso raro na literatura brasileira! O escritor mineiro já fez três livros que de alguma maneira tem o socialismo como tema principal e “encoberto”. Ele é biógrafo do mais famoso e afamado escritor brasileiro de todos os tempos e seu próximo projeto é uma biografia de ACM, que em termos de detratores não fica muito atrás de Paulo Coelho (o tal escritor brasileiro).

O escritor, sempre que pode, costuma dizer que todos os seus livros poderiam ser publicados em um jornal diário, como “grandes reportagens”. E, de fato, isso é verdade!

O texto de Morais não é 100% jornalístico, ele é rigoroso na veracidade dos fatos e recheia suas tramas com informações e novidades, sempre elaborando um enredo com uma elaboração diferente e humanizada, que prende o leitor até o fim. Além disso, o seu faro de repórter pode ser considerado o “grande barato” do escritor.

Claro, Chatô era um personagem quase óbvio da nossa história. Assim como Olga Benario, que até então era uma nota de rodapé na biografia de Luis Carlos Prestes. E porque ninguém falou dos estranhos japoneses do interior de São Paulo que decapitavam seus compatriotas que admitiam a derrota do Japão na Segunda Guerra Mundial? … O fato é que Morais foi atrás e botou toda sua experiência de repórter a serviço de projetos que lhe consumiram muito tempo e trabalho.

Dessa forma, os temas polêmicos e que de alguma forma poderiam gerar opiniões maniqueístas, se diluem em textos bem apurados, bem escolhidos e bem escritos.  E o faro do jornalista escritor funcionou mais uma vez em Os últimos soldados da Guerra Fria.

Portanto, eu simplesmente recomendo essa obra incrível do Fernando Morais (assim como seus demais textos e livros). Com certeza, leitor algum irá se arrepender de ler tal trama!

 

 



“A Sangue Frio” – Truman Capote

Comecemos por um livro de Truman Capote, “A Sangue Frio”.

 

“A Sangue Frio” ainda não tive a oportunidade de ler e, conseqüentemente, não vou poder opinar muito sobre a obra. Contudo, já ouvi muitas pessoas a elogiarem!

 

Para que você tenha uma noção base sobre o livro, vou colocar aqui um resumo retirado do blog “Zona Política” (zonapolitica.files.wordpress.com).

 

“Sangue frio. Foi do que Truman Capote precisou para passar seis anos dedicando-se a um trabalho para a revista The New Yorker. Uma nota em um jornal sobre o assassinato de uma família no interior do Kansas chamou a atenção de Capote e o jornalista, de baixa estatura e comportamento afeminado, foi para Holcomb, local do crime.

Por um bom tempo, Capote permaneceu na cidade conversando com os moradores, amigos das vítimas, investigadores do KBI – Kansas Boreau of Investigation – responsáveis pelo caso e, posteriormente, com os assassinos. Em conversas informais, sem o uso de gravadores, o jornalista da The New Yoker pôde coletar um amontoado de informações mais do que suficiente.

Em A Sangue Frio, Capote descreve com minúcias o perfil dos quatro assassinados. Herbert Clutter, 48 anos, fazendeiro bem sucedido, homem religioso e querido pela comunidade. Sua esposa, Bonnie Fox, 45 anos, mãe de quatro filhos, que passava por momentos de depressão. Nancy, “queridinha da cidade”, sonhava em entrar na universidade para estudar artes. Kenyon, o caçula da família, mais quieto, passava boa parte do tempo no porão da casa, fazendo trabalhos de marcenaria. Todos os quatro amarrados e mortos a tiros na madrugada do dia 15 de novembro de 1959, em sua própria casa.

Os assassinos eram Dick Hickock e Perry Smith. Ambos com passagem pela penitenciária do Kansas, onde se conheceram. Foi lá também que Dick conversou com um ex-empregado do Sr. Clutter, que informou com detalhes onde ficava a casa, a disposição dos cômodos e disse ainda acreditar que havia um cofre no escritório de Herbert. Cofre, este, que nunca existiu.

Após serem presos, Capote teve acesso aos criminosos e estabeleceu uma relação de confiança com eles. Esse laço permitiu que o jornalista soubesse, com detalhes, todos os passos da dupla antes de chegarem a Holcomb e sua posterior passagem pelo México e pela Flórida. O jornalista pôde também conhecer um pouco da história de Perry e de Dick.

O resultado de todo o trabalho foi a publicação, em quatro edições consecutivas da The New Yorker, de A Sangue Frio. A obra foi um marco na história do jornalismo. Polêmico, Capote se intitulou o fundador do gênero “romance de não-ficção”. Recebeu muitas críticas que sustentavam que outros escritores já haviam feito trabalhos similares. A corrente do novo jornalismo escrevia reportagens com o encanto da literatura. O texto de Capote, mesmo fiel à realidade, é capaz de prender o leitor por páginas e páginas, que conduzem ao enforcamento dos assassinos e a uma conversa no cemitério de Garden City entre o agente Dewey, responsável pelo caso, e Susan, melhor amiga de Nancy. Essa talvez seja a passagem mais polêmica da obra. O jornalista admitiu que tal conversa não fora baseada em depoimentos reais e foi, por isso, alvo de várias críticas. Como em um romance de não-ficção o desfecho pode ser fruto da imaginação do escritor? Enfim, mesmo com tal questão, é inegável o talento de Capote e a obra de arte resultante do seu trabalho. A Sangue Frio foi escrito com cautela e precisão. Foi escrito a sangue frio.”

Dá para perceber que “A Sangue Firo” é um livro estimulante para quem está fazendo jornalismo. Todavia, eu aconselho a todos (que quiserem) ler a obra, seja você um arquiteto ou até mesmo um biólogo! Não precisa ser jornalista para poder interagir com criatividade de Capote, o qual, pelo visto, conseguiu inovar, desenvolvendo um tremendo texto, sem perder o rumo da técnica jornalística. Conhecendo o escritor, Truman Capote, realmente, deve vale muito a pena dar uma lidinha neste livro, não é?



et cetera
Amor literário

Resenhas de Livros

Devaneios da Lua

Sobre tudo e ao mesmo tempo nada

Crônicas da Gaveta

Relatos amadores por @Cardisplicente

Sara M. Adelino

Tradutora. Revisora. Redatora.

WILDsound Festival

Weekly Film Festival in Toronto & Los Angeles. Weekly screenplay & story readings performed by professional actors.

Destino Feliz

Seu Blog de Viagens, Roteiros e Experiências

dmaimalopes

A great WordPress.com site

delenaalways

A fine WordPress.com site

evilking.wordpress.com/

Comic Book and related work by Danilo Beyruth

ibooksney

EM ANDAMENTO

My Broken Throat

Até que o medo se desfaça... Um engano do destino

nicoleravinos

"Um dia sem sorrir é um dia desperdiçado"

Action Nerds

Bonecos, tirinhas e nerdices. Aqui você encontra tudo isso!

%d blogueiros gostam disto: